banner senha segura
senhasegura
usa-2058430_1280.jpg

EUA e aliados acusam China pelos ataques à Microsoft

Nota da Casa Branca acusando e condena “o comportamento irresponsável e desestabilizador da República Popular da China (RPC) no ciberespaço”
Da Redação
19/07/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

O governo americano, associado a aliados como Reino Unido, União Europeia e OTAN, publicou hoje uma nota acusando e condenando “o comportamento irresponsável e desestabilizador da República Popular da China (RPC) no ciberespaço”, atribuindo formalmente a hackers afiliados ao Ministério de Segurança do Estado (MSS) da China a campanha contra os servidores de e-mail Microsoft Exchange, revelada em março deste ano.

Veja isso
Noruega diz que China está por trás de hack ao governo
Mais três teles chinesas deixarão de operar nos EUA

A nota afirma que o Departamento de Justiça dos EUA está “anunciando acusações criminais contra quatro hackers do MSS, envolvendo atividades relacionadas a uma campanha de vários anos visando governos e entidades estrangeiras em setores-chave, incluindo marítimo, aviação, defesa, educação e saúde em pelo menos uma dúzia de países. Os documentos do DOJ descrevem como os hackers do MSS buscaram roubar pesquisas de vacinas contra o vírus Ebola e demonstram que o roubo de propriedade intelectual, segredos comerciais e informações comerciais confidenciais da RPC se estende a informações críticas de saúde pública. Grande parte da atividade do MSS alegada nas acusações do Departamento de Justiça contrasta fortemente com os compromissos bilaterais e multilaterais da RPC de se abster de se envolver em roubo cibernético de propriedade intelectual para vantagem comercial”.

O documento afirma ainda que está “Atribuindo com alto grau de confiança que ciberatores maliciosos afiliados ao MSS da RPC conduziram operações de espionagem cibernética utilizando as vulnerabilidades de dia zero no Microsoft Exchange Server divulgadas no início de março de 2021”.

A Casa Branca sinalizou no final do mês passado que estava prestes a revelar a autoria dos ataque a um culpado específico. Um funcionário da Casa Branca afirmou que a acusação demorou a sair por causa do aparecimento de novos dados de incriminação. Ao mesmo tempo, a Casa Branca quis combinar a acusação com “informações de defesa”. O FBI, a NSA e a CISA divulgaram um comunicado conjunto que documentou mais de 50 táticas e técnicas que os hackers patrocinados pelo Estado chinês usam quando têm como alvo redes americanas e aliadas e formas de mitigá-las.

Com de agências de notícias internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Inscrição na lista CISO Advisor

* campo obrigatório