Hackers presos por bloquear sensores de radiação na Espanha

Os suspeitos trabalhavam para uma das empresas que fazem manutenção nos sistemas de alerta e possuíam o conhecimento técnico necessário para alterá-los
Da Redação
28/07/2022

Dois suspeitos que invadiram e alteraram sistemas de alarme de radiação nuclear na Espanha entre março e junho de 2021 foram presos apóps um ano de investigações. Os suspeitos eram funcionários da empresa que fazia manutenção nos sistemas e possuíam o profundo conhecimento técnico necessário para hackear. A polícia prendeu os suspeitos invadindo duas casas e escritórios de uma empresa em Madri e San Agustín del Guadalix, onde encontraram computadores e dispositivos de comunicação usados ​​pelos cibercriminosos durante os ataques.

Veja isso
IA e drones do Azerbaijão dominam a guerra contra Armênia
Chefe de espionagem da Espanha é demitido por vigiar separatistas

Os suspeitos tiveram acesso à rede da Direção Geral de Proteção Civil e Emergências (DGPGE) da Espanha, e depois desligaram os sensores do sistema de alerta de perigo radioativo, reduzindo a sua sensibilidade mesmo em áreas com usinas nucleares.

Os atacantes conseguiram desativar 300 dos 800 sensores localizados em toda a Espanha, cortando sua conexão com o centro de controle. Os ataques cibernéticos a sensores pararam em junho de 2021, quando a situação foi notada pelas autoridades espanholas. Embora a polícia não tenha fornecido mais detalhes sobre os ataques cibernéticos, os motivos dos autores também são desconhecidos.

Compartilhar:

Parabéns, você já está cadastrado para receber diariamente a Newsletter do CISO Advisor

Por favor, verifique a sua caixa de e-mail: haverá uma mensagem do nosso sistema dando as instruções para a validação de seu cadastro. Siga as instruções contidas na mensagem e boa leitura. Se você não receber a mensagem entre em contato conosco pelo “Fale Conosco” no final da homepage.

ATENÇÃO: INCLUA newsletter@cisoadvisor.com.br NOS CONTATOS DE EMAIL

(para a newsletter não cair no SPAM)