pesquisa pwc covid-19

Cultura de segurança é estratégica, diz estudo com 320 mil entrevistas

Security Culture Report, publicado pela KnowBe4, entrevistou funcionários de 1.872 organizações em 49 países
Da Redação
06/04/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Numa pesquisa que contou com 1.161 líderes de segurança, 94% deles afirmaram que a cultura de segurança é o elemento mais importante em sua estratégia para proteger as empresas. A informação está na a quarta edição da pesquisa “Security Culture Report 2021”, feita pela KnowBe4, empresa que trabalha principalmente em conscientização de pessoas para melhorar sua atitude em relação à segurança da informação. A pesquisa tem a maior amostra já pesquisada para essa finalidade: um total de 328.173 funcionários de 2.093 organizações. Após a limpeza desses dados, a amostra final consistiu de 321.609 funcionários de 1.872 organizações em 49 países. Não foram entrevistadas pessoas no Brasil.

As respostas dos líderes se refletem no crescimento do número de organizações que estão avaliando a sua cultura de segurança. A pesquisa indica que embora essa cultura tenha estagnado ou declinado em alguns setores durante a pandemia, em outros a época da pandemia foi aproveitada justamente como uma oportunidade de melhorar a cultura.

Veja isso
Relatório da Knowbe4 indica alta nas despesas com segurança
Relatório faz relação entre segurança cibernética e valor de ações na bolsa

Os resultados do relatório deste ano revelaram uma grande diferença entre os melhores e os piores em cultura de segurança: “Como era de se esperar, os melhores desempenhos foram de Serviços Financeiros e Bancos – setores com uma longa tradição de gerenciamento de risco. No entanto, ter ‘melhor desempenho’ não significa necessariamente um desempenho em um nível desejável (…) Por exemplo, uma pontuação de 76, conforme visto por Banking and Financial Services, está bem abaixo de uma boa cultura de segurança”. Segundo a pesquisa, esse indicador está na categoria “Moderado”. Passar para a categoria “Bom” trará como benefício, por exemplo, uma redução de oito vezes no número de funcionários que compartilham credenciais, diz o documento.

A média e mediana da pontuação total da cultura de segurança foram 73. A análise detalhada mostra que a maioria das organizações analisadas conseguiu desenvolver uma cultura de segurança medíocre ou moderada, enquanto apenas uma pequena parte das organizações tem uma boa cultura de segurança. O que é preocupante, diz o documento, é que algumas organizações estão pontuando na categoria Fraca e nenhuma atingiu ate agora uma pontuação de cultura de segurança Excelente.

Com agências de notícias internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Inscrição na lista CISO Advisor

* campo obrigatório