code-4333398_1280.jpg

Polícia investiga brasileiro membro do grupo Lapsus$

Da Redação
24/03/2022

A polícia da Inglaterra está investigando a possível participação de um jovem brasileiro no grupo de hackers Lapsus$, que atacou várias organizações, entre elas o Ministério da Saúde. A polícia de Londres prendeu sete adolescentes sob a acusação de estarem relacionados ao grupo mas nenhum deles é brasileiro. Um dos detidos é um jovem de 16 anos de Oxford, que foi acusado de ser um dos líderes dessa gangue de crimes cibernéticos. O adolescente, que supostamente acumulou uma fortuna equivalente a US$ 14 milhões com bitcoins, foi denunciado por hackers rivais e por pesquisadores de segurança. Os adolescentes foram liberados após serem ouvidos pela polícia mas devem ficar em casa.

Várias pistas indicam um brasileiro – não só os alvos (Localiza, Ministério da Saúde, Americanas, Claro, Correios) como também expressões usadas nas mensagens do grupo: uma delas é “kkkkkkkk” simbolizando uma gargalhada, o que é típico em mensagens de brasileiros; os nativos de língua inglesa utilizam “LOL” (laughing out loudly, ou gargalhando).

Veja isso
Relatório identifica suposto membro do grupo Lapsus$
Ataque do Lapsus$ atingiu código-fonte do Cortana e do Bing

Em entrevista à BBC, o pai do menino disse que sua família estava preocupada e tentava mantê-lo longe de seus computadores. “A polícia da cidade de Londres está conduzindo uma investigação com seus parceiros sobre membros de um grupo de hackers”, disse o detetive Michael O’Sullivan em um comunicado por e-mail em resposta a uma pergunta sobre o grupo Lapsus$. “Sete pessoas entre 16 e 21 anos foram presas em conexão com esta investigação e todas foram liberadas sob investigação”, disse O’Sullivan.

Numa reportagem exclusiva, a agência Bloomberg informou que o adolescente aparentemente usa os pseudônimos online de “White” e “breachbase” e não foi acusado pela polícia: os pesquisadores “não conseguiram vinculá-lo conclusivamente a todos os ataques que o Lapsus$ reivindicou, informou a agência.

Com agências de notícias internacionais

Compartilhar: