zoom meeting

Zoom alcança 300M usuários e ganha criptografia de 256 bits

Paulo Brito
24/04/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Empresa anunciou que a Versão 5.0, com criptografia AES de 256 bits estará disponível para 100% dos usuários a partir de 30 de Maio

zoom meeting

O aplicativo de videoconferência Zoom ultrapassou a casa de 300 milhões de usuários por dia em todo o mundo, um aumento de 50% em relação aos 200 milhões de usuários que tinha no mês passado. No final de 2019, eram pouco mais de dez milhões. A plataforma registrou uma pico em desde que a pandemia do Covid-19 empurrou milhões milhões de pessoas para o trabalho em casa.

Contudo, o Zoom foi para as manchetes depois disso por causa de um número sempre crescente de preocupações com segurança e privacidade, e por causa de incidentes do gênero ‘zoom bombing’ registrados no mundo inteiro: muitas conferências sem senha foram invadidas, e uma delas em Massachusetts teve a exibição de mensagens impróprias e pornografia. Para contornar esse tipo de problema, a empresa investiu em pessoal e em desenvolvimento. Uma das providências foi a contratação do ex líder de segurança do Facebook, Alex Stamos, como consultor de segurança.

Apesar dos riscos noticiados, o número de usuários continuou crescendo. Agora, está previsto para este fim-de-semana o lançamento de uma nova versão do aplicativo, o Zoom 5.0, que traz dois novos recursos para ajudar os usuários a realizar reuniões em segurança e proteger seus dados. Um deles é suporte para criptografia ‘AES 256-Bit GCM’, que oferece mais proteção para a reunião de dados e maior resistência à violação.

Veja isso
Zoom promete revisão de criptografia para torná-lo mais seguro
Vulnerabilidade no Zoom para Windows é vendida por US$ 500 mil

Num press release sobre o produto, a Zoom afirma que “as organizações terão acesso à criptografia GCM com o lançamento do Zoom 5.0, e a ativação de contas em todo o sistema ocorrerá em 30 de maio, quando todos os clientes do Zoom mudarão para o novo modo criptográfico”. Os hosts e co-hosts agora podem denunciar maus usuários para a equipe de trust e segurança da Zoom, que analisarão qualquer uso indevido da plataforma e tomarão “medidas apropriadas”. Esse recurso estará dentro do ícone Segurança nos controles da reunião. No press release, CEO da Zoom, Eric Yuan, pediu desculpas pelos problemas de privacidade e segurança ou “Zoom bombing “. No início deste mês, a empresa anunciou a suspensão, por 90 dias, de todos os esforços para o desenvolvimento de recursos que não fossem relacionados à segurança.

“Claramente, a plataforma Zoom está fornecendo um serviço incrivelmente valioso para nossos amados usuários durante este período”, afirmou Yuan. “Estamos entusiasmados e honrados por continuar conquistando confiança nas empresas, hospitais, professores . e clientes em todo o mundo “, concluiu.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest