WhatsApp é usado como isca pelos cibercriminosos

Paulo Brito
21/09/2015

A Stity Tecnologia, distribuidora no Brasil das soluções de
segurança Avast, identificou uma nova onda de ataque de cibercriminosos contra
os usuários do WhatsApp, que passaram a receber em seu endereço de e-mail um
aviso falso sobre a chegada de mensagem com fotos enviadas pelo aplicativo de
mensagens. 

A mensagem utiliza link para um arquivo do Google Docs que foi
contaminado com um cavalo de troia criado para roubar informações bancárias dos
usuários. Os especialistas em segurança digital da Stity Tecnologia orientam a
apagar imediatamente a mensagem.

"É fácil saber que se trata de uma fraude. O WhatsApp somente
utiliza números de telefone celular para criar grupos de usuários e de contatos
diretos. Ele não envia e-mail para ninguém", alerta Marco Rodrigues, diretor da
Štíty Tecnologia, que possui centro de atendimento e suporte aos usuários Avast
no Brasil. "Os ciber criminosos apostam na distração dos usuários quanto a isso
e no fato de muitos usuários inexperientes ainda não terem conhecimento
suficiente sobre como os ataques são promovidos. É nossa tarefa ajudar os
usuários neste aprendizado", enfatiza.

O especialista também orienta que o usuário tenha uma solução
antivírus que ofereça filtro AntiSpam e também mantenha seus sistemas sempre
atualizados. Para se proteger de possíveis arquivos maliciosos no computador,
smartphone e tablets, os usuários devem também adquirir ferramentas antivírus. A
Stity Tecnologia oferece uma ampla linha de produtos de segurança da Avast que
pode ser conhecida em
http://www.stity.com.br

Compartilhar:

Últimas Notícias