Visibilidade, item crucial para a segurança na nuvem

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Com a migração das cargas de trabalho para a nuvem, as ferramentas de segurança tradicionais, como os firewalls, já não são suficientes para proteger a infraestrutura de TI e os dados. A nuvem aumento os riscos de forma exponencial, já que a linha do perímetro de segurança se torna menos definida e cria inúmeros pontos de acesso que podem ser explorados por cibercriminosos para comprometer ou vazar dados sensíveis a empresa. E se esta utilizar uma nuvem pública para processar novas máquinas virtuais, os riscos aumentam ainda mais.

Portanto, para poder detectar vulnerabilidades e reagir rapidamente a comportamentos anormais, a empresa precisa ter visibilidade total da nuvem para verificar se suas configurações de segurança estão corretas, saber o que está acontecendo na infraestrutura, aplicativos a todo momento, poder controlar o acesso dos usuários e, principalmente, proteger os dados.

A visibilidade permite encontrar qualquer tipo de dado confidencial, em qualquer lugar, avaliar os riscos e classificar os dados e fazer correções automáticas de acordo com riscos e políticas. Por isso é imprescindível que as equipes de cibersegurança tenham visibilidade de todos os ativos e aplicações usados na rede da empresa, para que possam gerenciar de forma segura e dinâmica o ambiente de nuvem.

No webinar “Aplicando um enfoque multidimensional para a segurança de dados sob a estratégia zero trust” da IDC, patrocinado pela Thales, o analista Luciano Ramos, gerente de pesquisas da IDC Brasil, e o especialista Abilio Branco, gerente da Área de Proteção de Dados da Thales no Brasil, falam sobre a importância para a segurança de as equipes de TI poderem visualizar todo o ambiente de nuvem.

O bate-papo on demand estará disponível para a audiencia CISO advisor dia 30 de Novembro 10:00h. Inscreva-se!

Compartilhar:
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest