banner senha segura
senhasegura
Reproduzir vídeo

Controles mínimos de segurança cibernética para o setor elétrico

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Risco sistêmico: setor elétrico na berlinda

A explosão de um transformador deixou o estado do Amapá sem energia em novembro de 2020 e expôs a fragilidade do sistema elétrico brasileiro. Um incidente como este poderia ser causado por um ataque cibernético? Sim. Para tentar diminuir este risco sistêmico, a ANEEL juntamente com o ONS estão trabalhando há alguns anos em procedimentos que blindem as estruturas elétricas contra riscos cibernéticos. Em 2021 foi publicada a RO-CB.BR.01.

As empresas de Energia precisam se proteger A nova rotina operacional RO-CB.BR.01 deve ser implementada por todas as empresas de energia que compõem o ARCiber, incluindo os centros de operação dos agentes, equipamentos que participem da infraestrutura de envio ou recebimento de dados e voz para ambientes operativos do ONS ou para centros de operação de outros agentes e o ambiente operativo do ONS. Os controles mínimos que compõem o procedimento deverão ser implantados em duas ondas, a primeira em 18 meses e a segunda em 27 meses a partir da data de publicação (D0).

Compartilhar:
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Inscrição na lista CISO Advisor

* campo obrigatório