Rodada de investimento leva valor da Netskope a US$ 3 bilhões

A última rodada de financiamento é uma indicação de que a empresa é quase três vezes mais valiosa do que pouco mais de um ano atrás

cloud-embratel.jpg
Espaço reservado para a legenda

A Netskope anunciou que acaba de receber um aporte de capital de aproximadamente US$ 340 milhões de seus investidores. Esse valor eleva a avaliação da empresa a quase US $ 3 bilhões. O CEO da Netskope, Sanjay Beri, disse que o investimento vem da Sequoia Capital, Lightspeed Venture Partners, Accel, Sapphire Ventures e outros. No final de 2018, ela havia recebido US$ 168,7 milhões em investimentos, alcançando uma avaliação superior a US $ 1 bilhão. A última rodada de financiamento é uma indicação de que a empresa é quase três vezes mais valiosa do que pouco mais de um ano atrás.

Segundo o CEO, a empresa vem registrando um crescimento de 80% ao ano na carteira de clientes corporativos, dos quais 25 são empresas da lista Fortune 100. Nos últimos nove meses, a Netskope abriu 26 datacenters para “proporcionar um conjunto de rede, computação e armazenamento distribuído globalmente, para todos os clientes que usam produtos Netskope”. No ano passado, a empresa contratou cerca de 300 funcionários.

Fundada em 2012, a Netskope vende software destinado a ajudar as empresas a aplicar políticas de prevenção de perda de dados, aumentar o controle de acesso, responder a possíveis incidentes de segurança e tomar outras medidas para se defender.

A atual avaliação da Netskope parece selar seu lugar da Netskope entre as empresas de cibersegurança de alto perfil, muitas das quais tornaram-se públicas ou estão em busca de uma aquisição, após grandes esforços de captação de recursos.

A CrowdStrike, por exemplo, fez seu IPO em junho de 2019, se tornando uma empresa de US$ 6,7 bilhões, enquanto o da Cloudflare foi em setembro, levando o valor da empresa para US$ 1,2 bilhão. A Avast tornou-se pública com uma avaliação de US $ 3,2 bilhões.

Ao comentar sobre um possível IPO, o CEO da Netskope disse que “entrar no mercado de ações é um marco na jornada, mas certamente não se limita a isso. Não estamos com pressa, não temos necessidade de capital, então não estamos comentando sobre o prazo. “

Com agências internacionais

Compartilhe
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp