password-64047_640.jpg

Uma em cada 3 pessoas tenta adivinhar a senha de alguém

Estudo revela que 73% das pessoas conseguem adivinhar a senha de alguém
Da Redação
23/09/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Uma em cada dez pessoas acredita que alguém pode adivinhar sua senha pesquisando em suas redes sociais, aponta um novo estudo conduzido pela Beyond Identity. A empresa de identidade digital conversou com 1.015 pessoas nos EUA para avaliar as estratégias de criação de senhas e como elas geralmente se comportam em relação à segurança online.

O levantamento constatou que muitos compartilham senhas de contas. Além disso, mais da metade (50,1%) compartilha a conta de streaming de vídeo, e quase o mesmo número compartilha contas de streaming de música (44,9%). Um em cada quatro entrevistados (25,7%) compartilha senhas de banco online, sendo que, em média, compartilham três senhas com outras pessoas.

O estudo revelou que muitas pessoas tentam adivinhar as senhas de outras pessoas e geralmente têm sucesso. Mais de 73% conseguiram adivinhar a senha de alguém. Outro dado curioso é que mais da metade (51,6%) tenta adivinhar a senha de seu parceiro romântico e quase um em cada quatro (24,6%) tenta adivinhar a senha do filho. E, por fim, mais de um em cada cinco (22%) entrevistados tenta adivinhar a senha de seu colega de trabalho e um em cada cinco (19,9%) tenta adivinhar a senha de seu ex-parceiro ou chefe.

A tática mais comum é usar informações conhecidas sobre a outra pessoa (39,2%), enquanto 18,4% verificam os perfis da pessoa nas redes sociais para tentar adivinhar. Mais de dois em cada cinco (43,7%) entrevistados tentam adivinhar as senhas de contas de e-mail pessoais e quase um em cada três (32,6%) tenta adivinhar as senhas do telefone.

Veja isso
24% dos brasileiros compartilham senhas
Dia Mundial da Senha: Como reforçá-la e evitar o roubo

As pessoas estavam mais interessadas em obter acesso aos relatos de seus parceiros românticos. Aqueles que tentaram adivinhar a senha do chefe tentaram acessar também o e-mail do trabalho do empregador, enquanto os telefones eram o alvo mais comum para quem adivinhava a senha de um parceiro romântico.

Quase duas em cada cinco (37,6%) das pessoas nunca usam um gerador de senha. A senha média tende a ter 15 caracteres, com mais de um em cada quatro (27,4%) escolhendo os nomes de seus animais de estimação como senha.

Mais de um em cada três (27%) usam letras aleatórias e três em cada dez (30,7%) usam caracteres aleatórios para substituir as letras. A pesquisa mostrou que a geração X é mais propensa a usar um gerador de senha, enquanto metade dos baby boomers (pessoas nascidas entre 1946 e 1964 na Europa, Estados Unidos, Canadá ou Austrália) nunca tinha usado um gerador de senha.

Com senhas fáceis de adivinhar, não é surpreendente que 18% das pessoas tenham suas contas bancárias online comprometidas ou hackeadas. Ter uma política de senha forte em vigor com senhas difíceis de adivinhar leva muitos a escrever suas senhas complicadas no papel, arruinando sua eficácia.Autenticação de dois fatores e aplicativos autenticadores podem ajudar os usuários a proteger seus ambientes online, mas adicionam segurança online e engenharia social para enganar sua senha, o que mostra como é fácil comprometer contas online.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest