cyber-5338472_1280.jpg

Ucrânia diz ser alvo de ‘onda massiva de guerra híbrida’

País diz estar enfrentando tentativas de semear pânico sistemicamente, espalhar informações falsas e distorcer o estado real das coisas
Da Redação
15/02/2022

O Serviço de Segurança da Ucrânia (SSU) disse nesta segunda-feira, 14, que o país é alvo de uma “onda de guerra híbrida”, com o objetivo de instilar ansiedade e minar a confiança da sociedade ucraniana na capacidade do governo de defender seus cidadãos. “A Ucrânia está enfrentando tentativas de semear pânico sistemicamente, espalhar informações falsas e distorcer o estado real das coisas. Tudo isso combinado nada mais é do que outra onda maciça de guerra híbrida”, disse o SSU.

O Serviço Secreto acrescentou ainda que teve que neutralizar várias dessas tentativas ligadas a agências de inteligência hostis e fazendas de bot visando tanto as redes sociais quanto a mídia de massa. “A SSU está vendo tais manifestações de guerra híbrida nas redes sociais e em alguns meios de comunicação de massa, por meio da disseminação de narrativas do Estado agressor”, acrescenta o órgão. “Isso se reflete nas decisões do Conselho Nacional de Segurança e Defesa [NSDC], número de ataques cibernéticos neutralizados, desmantelamento de várias fazendas de bots, exposição de redes de agentes de serviços de inteligência hostis e prevenção de sabotagem e ataques terroristas”.

Na semana passada, por exemplo, o SSU desmantelou duas fazendas de bots vinculadas a serviços especiais russos que estavam controlando 18 mil contas de redes sociais. As duas botnets foram usadas ​​para distribuir notícias falsas que espalhariam o pânico e enviariam ameaças de bomba com intuito de interromper as operações em todo o país.

Veja isso
Autoridades dos EUA repelirão ciberataques contra a Ucrânia
Grupo hacker Gamaredon lança ataque em massa contra Ucrânia

Em 1º de fevereiro, a Equipe Ucraniana de Resposta a Emergências de Computadores também alertou sobre ataques contra autoridades ucranianas, coordenados pelo grupo de hackers Gamaredon (anteriormente vinculado ao Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB). Um dia depois, o SSU disse que bloqueou mais de 120 ataques cibernéticos direcionados aos sistemas de informação de instituições estatais ucranianas ao longo do mês de janeiro.

A Microsoft também disse em 4 de fevereiro que o Gamaredon é o grupo de ameaças por trás de uma onda de e-mails de spear phishing direcionados a entidades e organizações ucranianas desde ao menos outubro de 2021. Os pesquisadores de segurança e ameaças da fabricante de software acrescentaram que a campanha de espionagem cibernética em andamento da Gamaredon é coordenada da Crimeia, confirmando a avaliação da SSU de que os hackers apoiados pelo governo russo são oficiais do FSB da Crimeia, conhecidos por terem se aliado à ocupação russa durante a ocupação de 2014.

No entanto, como a Microsoft apontou, o Gamaredon não está vinculado aos ataques cibernéticos de janeiro que visaram agências governamentais e entidades corporativas da Ucrânia com malware destrutivo de limpeza de dados disfarçado de ransomware.

Compartilhar:

Parabéns, você já está cadastrado para receber diariamente a Newsletter do CISO Advisor

Por favor, verifique a sua caixa de e-mail: haverá uma mensagem do nosso sistema dando as instruções para a validação de seu cadastro. Siga as instruções contidas na mensagem e boa leitura. Se você não receber a mensagem entre em contato conosco pelo “Fale Conosco” no final da homepage.

ATENÇÃO: INCLUA newsletter@cisoadvisor.com.br NOS CONTATOS DE EMAIL

(para a newsletter não cair no SPAM)