Tim Berners Lee

Tim Berners-Lee lança versão enterprise de projeto de privacidade

A proposta da Solid é que as organizações sejam capazes de desenvolver aplicativos nos quais os usuários têm o controle de seus dados
Da Redação
11/11/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A startup Inrupt, liderada pelo fundador da World Wide Web Tim Berners-Lee, anunciou ontem a versão empresarial da plataforma de privacidade Solid. A proposta da Solid é que governos ou grandes organizações sejam capazes de desenvolver aplicativos nos quais os usuários é que têm o controle de seus dados. O projeto de código aberto Solid foi desenvolvido pelo MIT. A Inrupt foi lançada há três anos por Berners-Lee e John Bruce como parte de seu projeto pessoal de código aberto. Ambos acreditam em mudar a propriedade dos dados, mantendo a mesma maneira pela qual os sites são desenvolvidos.

Com o projeto, os desenvolvedores seriam capazes de seguir os mesmos padrões e métodos para construir sites, e os aplicativos funcionariam em qualquer navegador. A única mudança que o Solid espera trazer, segundo sua proposta, é transferir o poder dos dados para as mãos do usuário.

A Inrupt, segundo Berners-Lee, trabalhou no projeto com grandes organizações como o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, a BBC e o Governo da Bélgica antes de lançar a solução no mercado.

Veja isso
É preciso migrar para a cibersegurança on-demand
Fator humano tem papel preponderante na segurança cibernética

Pela abordagem de Berners-Lee, os usuários controlam seus dados com a ajuda de entidades de armazenamento online chamadas Pods (Personal Online Data Stores). Para a versão corporativa agora revelada, os Pods são gerenciados pelo Solid Server. Os desenvolvedores seriam capazes de desenvolver aplicativos com a ajuda de um SDK (software development kit) para usar os pods e acessar os dados necessários a qualquer trabalho específico – como por exemplo pagar impostos ou interagir com provedores de saúde. A empresa desenvolveu a versão empresarial de tal modo que permanecesse compatível com as especificações do Solid.

No desenvolvimento do projeto, o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido desenvolveu um aplicativo para interação com os pacientes. Com esse aplicativo baseado em Solid, os usuários podem controlar seus dados de saúde, permitindo que médicos, familiares e cuidadores acessem certos dados de seus Solid Pods. Eles também podem adicionar notas e observações para os médicos. Embora os demais recursos sejam semelhantes aos aplicativos e sites tradicionais, neste caso cabe ao usuário decidir quem pode ou não acessar seus dados. O proprietário do aplicativo teria de obter a aprovação explícita dos usuários para isso.

Com agências internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Inscrição na lista CISO Advisor

* campo obrigatório