Thoma Bravo planeja adquirir empresa de segurança Darktrace

Da Redação
16/08/2022

O fundo de privare equity Thoma Bravo tem até 12 de setembro para “anunciar a firme intenção de fazer uma oferta para aquisição” da Darktrace, de acordo com a Regra 2.7 do Código de Aquisição, e reportá-la ao Regulatory News Service da Bolsa de Valores de Londres.

A Darktrace, cujas soluções no Brasil são comercializadas pela M3Corp, distribuidora especializada em segurança da informação, fez seu IPO (oferta pública inicial de ações) em abril do ano passado, o que elevou seu valor de mercado para US$ 2,37 bilhões. 

Semelhante ao mercado geral de segurança cibernética, as ações da empresa passaram por uma grande turbulência em meio ao aumento das taxas de juros, da inflação e uma mudança dos investidores em busca de ações geradoras de lucro. Os papéis da empresa saltaram 17% em meio à especulação de compra, e a avaliação da Darktrace nesta terça-feira, 16, era de aproximadamente US$ 3,2 bilhões, de acordo com a SeekingAlpha, serviço de notícias e análise do mercado de ações.

A Darktrace, fundada em 2013, tem sede em Cambridge, no Reino Unido. O software da empresa foi projetado para prevenir, detectar e responder a eventos de segurança cibernética, como ransomware, aplicativos SaaS e ataques à infraestrutura em nuvem. Os recursos de recuperação também estão entre as funcionalidades do software da empresa. A Darktrace normalmente tem como foco empresas com ao menos 250 ou mais funcionários.

Veja isso
Ping Identity vendida para a Thoma Bravo por US$ 2,8 bilhões
Proofpoint é vendida para a Thoma Bravo em transação de US$ 12,3 bilhões

Ela também mantém um programa de parcerias com canais de venda, integradoras de soluções e empresas de tecnologia. Cerca de 500 empresas aderiram ao programa de parceiros da Darktrace. De acordo com uma ficha técnica para investidores, ele possui cerca de 1.700 funcionários e 6.500 clientes, e gerou receita de US$ 193 milhões no primeiro semestre deste ano, um aumento de 52% em relação a igual período de 2021. A maior parte de sua receita vem dos EUA e Canadá (38%), seguido da Europa (24%), restante do mundo (21%) e Reino Unido (17%).

A Thoma Bravo tem em seu portfólio várias empresas de segurança cibernética e fornecedoras de software para serviços gerenciados (MSPs), entre as quais as empresas de segurança de identidade Ping Identity e SailPoint Technologies; a empresa de segurança de e-mail Proofpoint; as fornecedoras de software MSP ConnectWise e N-able; e empresa de segurança cibernética Sophos.

Compartilhar: