cloud-2537777_640.jpg

Teste indica nuvem insegura e conflito com LGPD

Fornecido como parte do ImmuniWeb Community Edition, o teste detecta armazenamento em nuvem desprotegido na AWS, Azure, GCP e 16 outros provedores
Da Redação
28/09/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A ImmuniWeb lançou hoje um teste de segurança em nuvem gratuito, como parte do serviço ImmuniWeb Community Edition. O teste detecta rapidamente o armazenamento em nuvem não seguro na AWS, Azure, GCP e 16 outros provedores de nuvem pública, indicando a falta de conformidade com legislações específicas como a LGPD brasileira e a GDPR europeia.

O ImmuniWeb Community Edition é um conjunto de ferramentas online gratuitas para verificar a segurança, privacidade e conformidade de aplicativos, detecção de phishing e invasão de domínio, rodando mais de 100.000 testes diários segundo a empresa. O novo teste gratuito de segurança em nuvem permite que os profissionais de segurança cibernética e de TI identifiquem de maneira fácil e rápida o armazenamento em nuvem não seguro em suas organizações, evitando vazamentos de dados.

Veja isso
Cyxtera desmembra negócios e cria empresa de cibersegurança
Azurescape permite executar código em nuvem de terceiros

O novo teste online da ImmuniWeb, segundo a empresa, visa fornecer às equipes de segurança cibernética e DevOps uma maneira fácil de descobrir armazenamento em nuvem não seguro gerenciado por suas organizações. Para fazer o teste, é preciso inserir a URL do site principal da empresa. O teste pode levar até 15 minutos e é executado por meio do armazenamento em nuvem acessível externamente dos seguintes provedores de nuvem pública: Amazon AWS, Microsoft Azure, Google Cloud Platform, IBM Cloud, Alibaba Cloud, Oracle Cloud, Linode, Vultr, Dreamobjects, Digital Ocean , Rackspace Cloud, Wasabi, Backblaze, Mail.ru Cloud, Yandex.Cloud, Tencent, Storj, Selectel e SberCloud.

O teste gratuito mostra o armazenamento em nuvem pública de propriedade de uma empresa. De acordo com os requisitos do GDPR e LGPD, o teste mostra o país em que os dados estão armazenados fisicamente.

Com agências de notícias internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest