Software Pegasus owna iPhone pelo número

Paulo Brito
22/09/2018
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Existe uma empresa em Israel chamada NSO Group que tem alguns dos mais caros softwares de espionagem do mundo. Um deles, o Pegasus, consegue ownar um iPhone simplesmente usando o número como ponto de entrada. O usuário não precisa ter infectado o dispositivo baixando nada nem clicando em nada. Simples assim.

Numa reportagem do site americano Motherboard, uma pessoa que esteve numa reunião com representantes do NSO Group contou que o funcionamento do software é chocante. O site não revelou o nome da pessoa porque ela não pode ser identificada. Os representantes da empresa perguntaram se ele permitiria que fosse feita uma demonstração do software de espionagem em seu próprio telefone. Como ele tinha dois, ofereceu um que tinha um chip de outro país. Ele forneceu o número do telefone e guardou o aparelho.

Depois de no máximo sete minutos, dados que havia no aparelho começaram a aparece na tela de projeção. O Pegasus foi capaz de clonar inteiramente o iPhone, exibindo na tela todos os ícones. Em seguida apareceu o aplicativo de e-Mail e logo as mensagens guardadas pelo aplicativo. “Eles conseguiram acessar também o microfone e a câmera”, disse o entrevistado.

O Pegasus pode invadir dispositivos Android e iPhone, mesmo aqueles totalmente atualizados e dali extrair e-mails, conversas e fotos do Facebook, fazer leitura da localização, usá-lo para fazer ligações e muito mais. Os principais clientes da NSO são agências de aplicação da lei ou de inteligência. A empresa está atualmente enfrentando vários processos nos EUA, incluindo alegações de que participou de operações ilegais de invasão.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest