Sodexo é alvo de ciberataque; R00TK1T ISC reivindica autoria

Em uma mensagem postada na dark web o grupo anuncia o ataque à filial sul-africana do grupo francês de gestão de serviços de alimentação e o seu ressurgimento. Empresa não. confirmou o ciberataque
Da Redação
18/01/2024

O grupo de hackers autodenominado R00TK1T ISC assumiu a responsabilidade por um ataque cibernético à Sodexo, grupo francês de gestão de serviços de alimentação, visando especificamente a sua filial sul-africana. O ataque cibernético á subsidiária teria ocorrido no dia 15 deste mês, conforme publicado no portal na dark web operado pelo grupo, em que revela uma violação que coloca os ativos digitais da Sodexo, repositórios de código-fonte e informações de funcionários supostamente em risco.

A informação sobre o ciberataque foi publicada também na página do X (ex-Twitter) da ThreatMon, plataforma de gerenciamento de cenário de ameaças que fornece serviços de inteligência contra ameaças cibernéticas.

O grupo ROOTK1T ISC, conhecido por suas intensas atividades cibernéticas, compartilhou evidências convincentes de sua invasão, incluindo capturas de tela mostrando acesso aos painéis internos da Sodexo. Os hackers exibiram um tesouro de informações confidenciais. Além disso, o grupo anunciou sua intenção de vazar repositórios de código-fonte pertencentes à empresa.

Veja isso
Hacker cria 1 milhão de servidores virtuais para minerar criptomoeda
Grupo Play violou 300 vítimas, inclusive na América do Sul

Em uma mensagem, os operadores da ameaça declararam o ressurgimento do grupo e sugeriram uma “tempestade [de ataques] iminente”. O grupo enfatizou a sua dedicação ao caos, à perturbação e à desordem, com a França a se tornar o ponto focal da sua ira.

O impacto do ataque repercutiu não apenas França, afetando não só a Sodexo, mas também em toda a Europa e no Reino Unido, embora a empresa não tenha confirmado a invasão aos seus sistemas. Com agências de notícias internacionais.

Compartilhar:

Últimas Notícias