Senhas perdem espaço por causa da pandemia

Empresas estão acelerando a adoção de tecnologias de autenticação sem senha em resposta ao aumento das ameaças à segurança cibernética
Da Redação
21/01/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Empresas em todo o mundo estão acelerando a adoção de tecnologias de autenticação sem senha em resposta ao aumento das ameaças à segurança cibernética em 2020, de acordo com um novo relatório divulgado pela HYPR e pela Cybersecurity Insiders.

O relatório ” The 2021 State of Passwordless Security ” inclui percepções de mais de 425 profissionais de tecnologia da informação, representando organizações de tamanhos variados em vários setores da indústria, globalmente. O estudo descobriu os principais motivadores e barreiras para a adoção sem senha e as preferências de tecnologia das organizações.

Veja isso
Serviço gratuito alerta empresas sobre o vazamento de senhas
Apple entra na aliança que pretende eliminar as senhas

  • 90% dos entrevistados disseram ter sofrido ataques de phishing contra suas organizações em 2020
  • 29% tiveram ataques de credential stuffing – revelando o impacto do trabalho remoto e o aumento geral de ataques à autenticação multifator (MFA) legada e baseada em senha.
  • 91% afirmam que a prevenção de ataques baseados em credenciais é o principal motivo do MFA
  • 64% citam a melhoria da experiência do usuário,
  • 21% acreditam que é essencial para sua jornada de transformação digital
  • 14% atribuem o MFA ao aumento da economia de custos.

Em termos de defesa, quase todos os entrevistados relataram a necessidade de estabelecer uma estratégia de segurança sem senha.

A adoção de MFA sem senha permanece estável, com 36% usando smartphones como tokens FIDO, 17% usando chaves de segurança de hardware e 17% usando autenticadores integrados, como o Windows Hello. No entanto, 48% dos entrevistados disseram que sua organização ainda carece de uma solução sem senha.

Apesar do aumento, muitas organizações ainda estão usando a autenticação multifator de duas etapas para verificar os usuários. 61% revelam que sua solução sem senha ainda requer um segredo compartilhado como uma senha subjacente, uma senha de uso único (OTP) ou código SMS.

Com agências internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

ATENÇÃO: INCLUA [email protected] NOS CONTATOS DE EMAIL

(para a newsletter não cair no SPAM)