São Francisco registra invasão em tratamento de água

O invasor obteve acesso às credenciais da conta de TeamViewer de um ex-funcionário de uma estação de tratamento de água
Da Redação
18/06/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Em 15 de janeiro deste ano, um hacker tentou alterar as rotinas de tratamento de água em uma estação de tratamento que atende parte da área da Baía de São Francisco. De acordo com a NBC News, que obteve um relatório do Northern California Regional Intelligence Center, o invasor obteve acesso às credenciais da conta de TeamViewer de um ex-funcionário da estação. Após conseguir acesso ao sistema, o criminoso desconhecido deletou os programas que a companhia de água usava para o controle da purificação de água potável.

“O incidente não causou nenhuma falta de água e nem uma única pessoa na cidade relatou doenças devido a problemas relacionados à água”, disseram os especialistas.

Veja isso
Ataques a estações de tratamento de água nos EUA
Distribuidora de água de Brasília confirma invasão

O incidente faz parte de um número crescente de ataques cibernéticos recentemente detectados na infraestrutura hídrica dos Estados Unidos. Um mês atrás, um residente do Kansas foi indiciado em processo que investiga uma invasão que aconteceu em 27 de março de 2019, no município de Ellsworth. Durante esse acesso não autorizado, diz o processo, o invasor realizou atividades que paralisaram os processos nas instalações, afetando os procedimentos de limpeza e desinfecção das instalações “com a intenção de prejudicar o Ellsworth Rural Water District No. 1, também conhecido como Post Rock Rural Water District”.

Em fevereiro deste ano, um hacker desconhecido invadiu os sistemas de computador de uma estação de tratamento de água em Oldsmar (Flórida, EUA) e alterou temporariamente a concentração de hidróxido de sódio na água da torneira para um nível potencialmente perigoso.

O FBI está investigando também tentativas de invasão a dois sistemas públicos de tratamento de água do estado da Pensilvânia, nos EUA. No início deste ano, hackers conseguiram penetrar em um sistema de água na Flórida e alterar os parâmetros de uma das variáveis do tratamento. A denúncia ao FBI foi feita pela Pennsylvania Water Action Response Network (PaWARN), uma rede estadual de resposta a incidentes e emergências naturais ou causadas pelo homem.

A PaWANR enviou um e-mail para seus membros informando que dois sistemas de água foram “violados ciberneticamente”. Segundo a mensagem, os hackers instalaram uma web shell nas redes corporativas para acesso remoto a elas. O ataque foi detectado e interrompido, e o FBI iniciou uma investigação. A organização não divulgou os nomes das empresas atingidas.

Com agências internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest