RSA anuncia investimento estratégico da Clearlake Capital

Investimento é destinado a acelerar o crescimento da empresa, considerada líder em software de gestão de risco e segurança cibernética
Da Redação
16/03/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A RSA Security anunciou hoje um novo investimento do Clearlake Capital Group. Os termos da transação não foram divulgados, mas o comunicado ao mercado informa que com este investimento a Clearlake se tornará um sócio igual ao Symphony Technology Group (“STG”), que adquiriu a empresa em 2020, ao lado do Ontario Teachers ‘Pension Plan Board (“Ontario Teachers'”), da Dell Technologies. A Ontario Teachers ‘continuará a ser um acionista minoritário significativo’, diz o documento.

A RSA é considerada um provedor global de software de missão crítica de segurança cibernética e soluções de software de gerenciamento de conformidade e risco de governança para empresas, que tem entre seus clientes 90% das organizações da lista Fortune 100. A empresa foi vendida pela Dell um ano atrás por US$ 2 bilhões ao STG Group.

Veja isso
Dell considera vender a RSA e fazer caixa de US$ 1 bilhão
Dell negocia venda da empresa de cibersegurança RSA

A RSA Security foi fundada como uma empresa independente em 1982 e adquirida pela EMC Corporation em 2006 por US$ 2,1 bilhões. A Dell adquiriu a RSA uma década depois com a compra da EMC. Informações indicando que a Dell pensava em alienar a empresa de segurança foram compartilhados pela primeira vez em novembro de 2019 pela Bloomberg. Naquela época, a RSA Security esperava obter pelo menos US$ 1 bilhão na venda, incluindo as dívidas. Um mês depois, o PE Hub informou que o Morgan Stanley havia sido contratado pela Dell para concluir a venda da RSA em um negócio estimado, à época, em US$ 3 bilhões.

O Goldman Sachs atuou como consultor financeiro líder e o Morgan Stanley como consultor financeiro da RSA. O JPMorgan Chase Bank, o Morgan Stanley Senior Funding, o Goldman Sachs, o UBS Investment Bank, o Bank of America, o Barclays e o Jefferies estão organizando o financiamento da dívida para a transação, que deve ser concluída no segundo trimestre de 2021.

Com agências internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Inscrição na lista CISO Advisor

* campo obrigatório