trading-6531134_1280.jpg

Roubo de criptomoedas já totaliza US$ 16,93 milhões neste ano

Da Redação
17/01/2024

Os roubos de criptomoedas aumentaram 42% no ano passado, com 283 incidentes, de acordo com uma análise da empresa de conscientização do consumidor Comparitech. Embora o volume tenha sido bastante superior aos 199 incidentes registrados em 2022, a cifra total roubada em 2023 caiu 51% na comparação com o ano anterior, de US$ 3,55 bilhões para US$ 1,75 bilhão.

Mas o dado preocupante, de acordo com o levantamento, é que apenas nos primeiros quinze dias do ano já foram desviados US$ 16,93 milhões em criptomoedas. Isso representa o dobro dos US$ 8,37 milhões roubados em todo o mês de janeiro de 2023.

A pesquisa da Comparitech também descobriu que o número de golpes realizados em 2023 diminuiu 25% em relação a 2022, de 365 para 273. O valor de criptomoedas desviadas nesses golpes também caiu pela metade no mesmo período, de US$ 1,2 bilhão para US$ 656.

Um fator que pode explicar a redução significativa no valor criptomoedas roubado é a queda na cotação das finanças descentralizadas (DeFi) no ano passado. Os pesquisadores observam que os ataques às plataformas DeFi representaram 51% dos roubos de criptomoedas no ano passado. Isso foi seguido por hacks a criptomoedas individuais (30%).

No geral, um total de US$ 27 bilhões foram perdidos em roubos de criptomoedas e golpes ao longo dos anos.

Veja isso
Hacker cria 1 milhão de servidores virtuais para minerar criptomoeda
Hackers norte-coreanos roubaram US$ 600 milhões em criptomoeda

Rebecca Moody, chefe de pesquisa de dados da Comparitech, observou que alguns dos maiores roubos de criptografia ocorreram por meio de comprometimento de chaves privadas. “Isso destaca as vulnerabilidades contínuas das plataformas de criptomoedas e como algumas que se anunciam como ‘descentralizadas’ na verdade possuem um sistema de armazenamento centralizado para chaves privadas”, disse ela.

Uma pesquisa separada publicada pela Comparitech em 15 de janeiro descobriu que os ataques de ransomware a organizações governamentais dos EUA custaram mais de US$ 860 milhões em tempo de inatividade, com potencialmente mais de 250 milhões de pessoas impactadas durante o período de janeiro de 2018 a dezembro de 2023.

Para ter acesso ao relatório original da chefe de pesquisa de dados da Comparitech, em inglês, clique aqui.

Compartilhar: