encrypted-445155_640.jpg

Rotina de backup destrói 77 TB de dados de universidade

Da Redação
01/01/2022

Entre as 17h32 da terça-feira 14 de dezembro de 2021 (horário de Kyoto, Japão) e 12h45 de 16 de dezembro de 2021 (quinta-feira), um bug na rotina de backup do centro de supercomputação da Universidade de Kyoto destruiu 34 milhões de arquivos, representando um total de aproximadamente 77TB de armazenamento. O incidente foi informado no dia 16 pela Divisão de Infraestrutura de Informação de Supercomputação. Na verdade, a perda havia sido maior: a Divisão informou que “um bug no programa de backup do sistema de armazenamento causou um acidente no qual alguns arquivos em / LARGE0 foram perdidos. Paramos de processar o problema, mas podemos ter perdido quase 100 TB de arquivos e estamos investigando a extensão do impacto”.

Veja isso
Ransomware Conti amplia ataque para deletar backups
Gestor deve ser exigente em contratos de backup

Na última terça-feira, dia 28 de dezembro de 2021, o mesmo órgão publicou um pedido de desculpas assinado por Toshio Okabe, diretor do Centro Acadêmico de Computação e Estudos de Mídia, acrescentando a informação de que o supercomputador é fabricado pela Hewlett Packard LLC. O comunicado confirma o horário do incidente e o volume perdido. Segundo o documento, foram afetados arquivos de 14 grupos de pesquisa, sendo que os dados de quatro dos grupos foram considerados perdidos.

Por enquanto, o processo de backup está interrompido. Para evitar que ocorra novamente uma perda de dados, a universidade suspendeu a operação do sistema de backup e planeja aplicar melhorias e reiniciar seu uso ainda neste mês (janeiro de 2022). O plano é também manter backups incrementais – que cobrem arquivos que foram alterados desde o último backup. – além de espelhos de backup completos.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhar: