“Registros suspeitos” tiram do ar site do TCE-PR

Tribunal de Contas do Paraná detectou malware na infraestrutura, desativou o site e conta com apoio do TRE do Paraná e da Microsoft na mitigação do incidente
Da Redação
16/05/2022

A detecção de malware na rede do Tribunal de Contas do Panará, na noite de sexta-feira dia 13 de Maio de 2022, fez com que o órgão desativasse os servidores que hospedam os seus sites: até o momento em que esta nota foi publicada o site continuava fora do ar. Um post da conta do TCE-PR no Twitter informou que “Não existe nenhum motivo para preocupação, já que não ocorreram prejuízos, nem foram afetados os sistemas pelos quais os municípios se conectam ao TCE”.

Ontem, dia 15 de Maio, as diretorias do órgão se reuniram para definir os passos a serem tomados, “sendo que nesta segunda-feira (16) serão divulgadas informações sobre novos prazos e realização de sessões. Os prazos processuais estão suspensos entre 13/5 e 20/5” informou o Tribunal pelo Twitter.

Veja isso
Ransomware LV vaza dados que atribui ao CPqD e Banco Central
Polícia de SC identifica grupo que atacou Tribunal de Contas

Este é o comunicado do Tribunal:
O Tribunal de Contas do Paraná – TCE PR comunica que, na última sexta-feira (13), por volta das 21 horas, foram detectados registros suspeitos de atividades maliciosas em sua infraestrutura tecnológica.

Imediatamente após a confirmação da contaminação pelo malware, a equipe técnica da Diretoria de Tecnologia da Informação executou as medidas de isolamento, garantindo a segurança e a integridade das informações, com o apoio incansável de técnicos do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná e da Microsoft.

Os procedimentos já realizados se mostraram eficazes, sem registro de indícios de comprometimento ou vazamento dos dados processuais e pessoais, sendo que os serviços de hotsite (portal de Informações), serviços de e-mail e telefonia integrada permanecem disponíveis.

A equipe, com a integração de toda a Diretoria, segue trabalhando na avaliação da extensão do incidente e atuando com a maior agilidade possível para restabelecer a normalidade e a segurança do ambiente computacional, com cautela, segurança e zelo.

O Portal web do TCE-PR e os aplicativos ao jurisdicionado e aos cidadãos serão gradualmente restabelecidos assim que a segurança do ambiente for restaurada.

Não existe nenhum motivo para preocupação, já que não ocorreram prejuízos, nem foram afetados os sistemas pelos quais os municípios se conectam ao TCE.

Uma reunião das diretorias neste domingo (15) definiu os passos a serem tomados, sendo que nesta segunda-feira (16) serão divulgadas informações sobre realização de sessões.

Os prazos processuais estão suspensos entre 13/5 e 20/5.

Compartilhar:

Últimas Notícias