divulgação microsoft

Recall do Windows 11 só poderá ser ativado com “Hello”

Da Redação
08/06/2024

Após muitas críticas de clientes e pesquisadores de segurança, a Microsoft anunciou que atualizará o recurso Recall com tecnologia de IA para PCs Copilot: para maior segurança, sua ativação será opcional. Para melhorar ainda mais a privacidade e a segurança do recurso, a empresa também exigirá que os usuários comprovem que estão na frente do computador através do Windows Hello para ativar e usar o Recall. “Estamos atualizando a experiência de configuração dos PCs Copilot + para dar às pessoas uma escolha mais clara de optar por salvar instantâneos usando o Recall. Se você não optar proativamente por ativá-lo, ele será desativado por padrão”, disse Windows & Devices vice-presidente corporativo, Pavan Davuluri.

Veja isso
Microsoft anuncia a morte da linguagem VBScript
I.A. ajuda. Mas como manter modelos atualizados?

Davuluri disse que o banco de dados de índice de pesquisa também receberá uma camada adicional de proteção de descriptografia do Windows Hello Enhanced Sign-in Security (ESS), que só permitirá que os usuários acessem os dados criptografados após a autenticação.

A Microsoft inicialmente alegou que os bancos de dados do Windows Recall eram seguros porque eram criptografados pelo Bitlocker e descriptografados apenas quando o usuário fazia login no Windows 11. No entanto, se o malware estivesse em execução no computador, ele poderia acessar o banco de dados totalmente porque é executado atrás de um usuário faz login e os dados são descriptografados.

Depois que essa alteração entrar em vigor, os dados do Windows Recall permanecerão criptografados até que um usuário se autentique no Windows Hello ao abrir o aplicativo. Isso adiciona uma camada adicional de segurança ao banco de dados.

Compartilhar: