Rebranding da Compugraf ativa a marca CG One

Da Redação
02/07/2024

A Compugraf comunicou ontem ao mercado um amplo rebranding da companhia: focada em proteção de redes, segurança da informação e gerenciamento integrado de riscos, ela passa a se chamar CG One. Para inovar sem abrir mão do legado de mais de 40 anos, segundo o comunicado, a empresa apostou nas letras C e G, que já eram reconhecidas pelos parceiros, clientes e colaboradores devido à nomenclatura anterior. “Já o elemento “One” foi incorporado para enfatizar o DNA pioneiro na entrega de tecnologias e soluções de cibersegurança completas em um único lugar”.

“O novo conceito foi desenvolvido para sintetizar a identidade e posicionamento de marca de forma clara, objetiva e atualizada”, explica o CEO da CG One, Jacques Nasser. “A partir desse trabalho, queremos nos aproximar ainda mais do nosso público como um parceiro estratégico de cibersegurança, protegendo ecossistemas digitais de ponta a ponta das maiores empresas do Brasil”, avalia.

Veja isso
Telegram vira mercado livre para kits de phishing, diz empresa
Rockwell pede desconexão de internet para redes IoT

A reestruturação da marca busca atingir dois objetivos principais: transmitir com mais clareza o compromisso com a segurança cibernética, além de refletir o movimento de transformação pelo qual a empresa vem passando nos últimos dois anos. “Nossa meta é fortalecer diversas frentes do negócio, incluindo a estratégia de portfólio, a interação com os clientes e a abordagem no mercado. Esperamos que essa atualização da marca não apenas reafirme nossa posição no setor, mas também abra novas oportunidades de crescimento e expansão”, completa Nasser.

A CG One projeta faturar R$150 milhões em 2024, 20% a mais que o ano anterior, atuando com foco em mercados estratégicos por meio do desenvolvimento de soluções escaláveis que atendam às demandas crescentes da cibersegurança. A partir desse objetivo, a corporação planeja angariar oportunidades de cross-sell e upsell na base de clientes, oferecendo produtos e serviços complementares que agreguem ainda mais valor às operações, além da entrada em novos mercados.

Para isso, a companhia reestruturou o portfólio com base no principal framework de segurança do mercado, o NIST Cybersecurity Framework (National Institute of Standards and Technology). Por meio desse trabalho, a CG One remodelou o roadmap de produtos e serviços com o objetivo de cobrir todas as necessidades de cibersegurança, além de assegurar que as soluções oferecidas estejam alinhadas às melhores práticas e diretrizes do mercado.

“Queremos estabelecer uma parceria estratégica com grandes empresas, oferecendo uma proteção abrangente que abarca todos os aspectos dos ecossistemas digitais. Isso significa proporcionar soluções integradas e inovadoras que assegurem a integridade, confidencialidade e disponibilidade dos dados e sistemas de clientes, permitindo que eles operem com confiança e segurança no ambiente digital cada vez mais complexo e desafiador”, aponta o CEO.

Desde 1982

A CG One sempre teve a tecnologia como foco. Inicialmente, a empresa apostou na comercialização de softwares de computação gráfica, algo explícito pela denominação anterior. Posteriormente, a marca adentrou o segmento de redes e, em 1995, passou a atuar fortemente no mercado de cibersegurança, que, desde então, tornou-se a principal área de atuação.

Com o passar dos anos, a empresa alcançou diferentes setores e se tornou parceira de grandes companhias de todos os segmentos – Financeiro, Indústria, Varejo, Educação, Saúde e outros. “Com isso, sentimos a necessidade de encontrar um novo posicionamento que desassociasse o nome do mercado de computação gráfica e transmitisse o compromisso contínuo com a excelência em cibersegurança”, destaca o CEO. A missão foi idealizada e desenvolvida pela equipe interna de marketing, liderada pelo superintendente de Marketing e Inteligência Competitiva, Fernando Bittencourt.

Compartilhar: