Raytheon e IronNet anunciam parceria em infraestrutura crítica

Paulo Brito
05/03/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A combinação das soluções da Raytheon com as da IronNet vai fazer parte de uma oferta de defesa para infraestrutura crítica, redes e sistemas de segurança nacional

A Raytheon anunciou ontem planos de desenvolver soluções de defesa para sistemas operacionais e de tecnologia da informação (OT/IT) com a startup IronNet. O projeto prevê que essas soluções integrarão serviços de segurança gerenciados, com ferramentas avançadas de análise e compartilhamento de ameaças, incluindo a plataforma de defesa coletiva da IronNet e seu software de análise de tráfego de rede, para potencialmente trazer novas soluções para a proteção da empresa.

A combinação das soluções da Raytheon com as da IronNet vai fazer parte de uma oferta de defesa para infraestrutura crítica, redes e sistemas de segurança nacional. A ideia é que as soluções proporcionem proteção das plataformas OT/IT para aumentar a resiliência de sistemas que orquestram sensoriamento, controle, rede e análise.

Sobre o acordo, o CEO e fundador da IronNet Cybersecurity, o general da reserva Keith Alexander (ex-diretor da NSA), disse que “considerando o papel da Raytheon na proteção de agências governamentais, empresas globais e até nações, estamos entusiasmados em trabalhar juntos ao mudar o paradigma de defesa da segurança cibernética – de um modelo no qual organizações se defendem sozinhas para outro em que cada uma opera como parte de um coletivo. Todos nós podemos nos beneficiar trabalhando juntos para aumentar a visibilidade que temos das ameaças recebidas, compartilhando essas informações e nos defendendo mais rapidamente “.

John DeSimone, vice-presidente de segurança cibernética e missões especiais da Raytheon Intelligence disse: “Proteger a infraestrutura crítica não é mais uma preocupação do setor privado, mas um imperativo de segurança nacional. Sabemos que atores mal-intencionados procuram atrapalhar as economias globais através de ataques a sistemas de tecnologia que mantêm nossas luzes acesas, suprimentos de alimentos seguros e militares preparados. Essa parceria oferece a integração de  produtos cibernéticos e operações avançadas ao mercado global “.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest