Ransomware na empresa de águas de Mato Grosso do Sul

Sistema sofreu um ataque cibernético e mesmo o atendimento telefônico está prejudicado
Da Redação
31/12/2021

Os sistemas de TI da Sanesul, a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul, sofreram um ataque de ransomware na madrugada de domingo, comprometendo toda a operação da empresa. Assim, desde o domingo dia 26 de dezembro está suspenso, em 68 municípios de Mato Grosso do Sul, o atendimento a clientes, tanto presencial quanto online da Sanesul.

Veja isso
O que nos ensina o ataque à estação de água na Flórida
REvil ameaça publicar 450 GB de dados do Grupo Fleury

O ataque, conforme informou o portal Campo Grande News, teria sido notado por causa de falhas ocorridas a partir das 2h10 de domingo. Depois disso, “um técnico foi à Sanesul e detectou a invasão externa ao sistema. Na sequência, foi notificada a empresa ClickTI, que é terceirizada e locadora da infraestrutura do data center (centro de processamento de dados)”. A terceirizada, segundo o portal, confirmou às 8h de domingo que os sistemas haviam sido criptografados.

A Sanesul informou o problema à imprensa num curto comunicado. O ataque foi informado também à polícia num boletim de ocorrência da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário. O informante foi o advogado da Sanesul. Segundo esse boletim de ocorrência, o ataque comprpometeu todos os sistemas da empresa, prejudicando o registro de ocorrências, a abertura de ordens de serviço, o cadastro de novos consumidores, a leitura dos hidrômetros e o faturamento. O ataque também atingiu sistemas utilizados pelas equipes de recursos humanos, infraestrutura, financeiro e patrimônio da Sanesul.

Mesmo o atendimento telefônico está prejudicado, possivelmente por excesso de ligações, apurou o CISO Advisor. Os clientes não podem informar vazamentos de água, solicitar consertos ou religações por meio da internet por enquanto. O acesso por meio do aplicativo móvel também não funciona segundo clientes da empresa.

Compartilhar: