Ransomware chega oferecendo 75% de comissão

Paulo Brito
09/11/2018
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Um alerta da Inteligência de Segurança da IBM indica que os autores do ransomware FilesLocker estão recrutando pessoas pelo mundo todo para agirem como distribuidores do vírus. O esquema é bastante agressivo, já que a oferta para os comparsas é de uma comissão de 75% dos ganhos para aqueles que conseguirem um mínimo de dez infecções por mês com as suas campanhas de phishing. Se não conseguirem, a comissão fica em 60%.

Esse tipo de oferta, no entanto, não é exatamente uma novidade: em agosto, por exemplo, os cibercriminosos lançaram uma ameaça similar de ransomware como serviço, chamado Princess Evolution, propondo aos parceiros em potencial uma participação de 60% na receita dos pagamentos de resgate.

O FilesLocker entrou no noticiário pela vez na última semana de Outubro, com a informação de que está sendo oferecido como serviço na Dark Web. Ele é escrito em C# e está disponível em chinês e inglês. O fórum onde é oferecido diz que entre seus recursos estão criptografia forte, capacidade de limpar as cópias de segurança do Windows e vários recursos de personalização.

Depois de se instalar na máquina da vítima, ele codifica os arquivos e acrescenta a eles uma extensão “.locked”. A seguir, exibe um aviso exigindo 0,18 bitcoin como pagamento, um endereço de e-mail específico para a comunicação e um ID da vítima, gerado automaticamente para fins de rastreamento. A notícia indica no mínimo que as operações estão se tornando ainda mais sofisticadas, já que os criminosos agora têm de administrar a plataforma de distribuição, os servidores, os recebimentos, os pagamentos. Em resumo: o negócio cresceu.

 

 

 

 

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest