banner senha segura
senhasegura

Proofpoint é vendida para a Thoma Bravo em transação de US$ 12,3 bilhões

Com essa aquisição em dinheiro vivo a Thoma Bravo reforça o seu foco em empresas especializadas em software de segurança cibernética
Da Redação
27/04/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A Proofpoint anunciou hoje que assinou o contrato definitivo de venda do controle acionário para a Thoma Bravo, uma empresa de investimentos em private equity focada no setor de software e serviços de tecnologia, em uma transação em dinheiro que avalia a Proofpoint em aproximadamente US$ 12,3 bilhões. Sob os termos do acordo, os acionistas da Proofpoint receberão nada menos do que US$ 176,00 por ação, o que representa um ágio de aproximadamente 34 por cento sobre o preço de fechamento das ações da Proofpoint em 23 de abril de 2021, o último dia de negociação antes do anúncio da transação. Após a conclusão da transação, a Proofpoint se tornará uma empresa privada, sem açoes negociadas em bolsa. A Thoma Bravo é uma empresa de private equity focada nos setores de software e serviços baseados em tecnologia que tem mais de US$ 76 bilhões em ativos desse tipo.

Veja isso
Thoma Bravo vai comprar empresa de ‘colaboração segura’
Fusão da Thycotic e Centrify cria player de identidade privilegiada em nuvem

O conselho de administração da Proofpoint aprovou por unanimidade o acordo com a Thoma Bravo e recomendou que os acionistas votassem a favor da transação na Assembleia Especial de Acionistas, a ser convocada para finalizar a transação. O acordo inclui um período de “go-shop” de 45 dias, expirando em 9 de junho de 2021, que permite ao Conselho e seus assessores iniciar, solicitar e considerar propostas alternativas de aquisição de terceiros. O Conselho ainda terá o direito de rescindir o contrato de fusão para aceitar uma proposta de valor superior, sujeita aos termos e condições do contrato de fusão. 

A transação deve ser concluída no terceiro trimestre de 2021, sujeita às condições habituais de fechamento, incluindo a aprovação dos acionistas da Proofpoint e recebimento de aprovações regulatórias. Após o fechamento da transação, as ações ordinárias da Proofpoint não serão mais listadas em nenhum mercado público. A empresa continuará sediada em Sunnyvale, Califórnia.

Com agências de notícias internacionais

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Inscrição na lista CISO Advisor

* campo obrigatório