Principais portos australianos operam parcialmente após ataque

A DP World Australia restringiu as operações portuárias por dois dias após a descoberta de um incidente cibernético
Da Redação
14/11/2023

A DP World Australia, uma das maiores operadoras portuários da Austrália reiniciou parcialmente suas operações nesta segunda-feira, 13,  após um ataque cibernético que paralisou a operação. A companhia havia restringido o acesso às suas operações portuárias australianas em Brisbane, Melbourne e Sydney no sábado, 11, depois que um incidente cibernético foi detectado. A DP World é a segunda maior operadora portuária da Austrália e gerencia quase 40% das mercadorias que entram e saem do país.

O incidente foi notado pela primeira vez na noite de sexta-feira, 10, quando a operadora portuária informou o governo australiano. O coordenador Nacional de Segurança Cibernética (NCSC), Darren Goldie, disse no sábado que a prioridade “é ajudar a DP World Australia a resolver o incidente, para que eles estejam em posição de restaurar o acesso aos portos que operam em todo o país”. Goldie também disse que o Australian Cyber Security Centre (ACSC) da Australian Signals Directorate está fornecendo aconselhamento técnico e assistência e que a Polícia Federal australiana iniciou investigações sobre o incidente.

Em uma atualização no X (ex-Twitter) nesta segunda-feira, Goldie revelou que a operadora portuária começou a reiniciar algumas operações, mas alertou sobre o impacto de longo prazo. “Embora as operações portuárias tenham sido retomadas, isso não significa que esse incidente tenha sido concluído. O governo australiano continua a trabalhar com a DP World Australia para apoiar a gestão de quaisquer outras consequências, incluindo qualquer interrupção contínua nas cadeias de abastecimento da Austrália”, disse ele. “As investigações sobre o incidente permanecem em andamento e o trabalho de remediação provavelmente continuará por algum tempo.”

A DP World manteve seus sistemas de TI offline durante todo o fim de semana. Em determinado momento, informou ao governo federal que “o prazo para que as interrupções continuem provavelmente será de vários dias, e não de semanas”.

Um comunicado emitido pela NCSC na segunda-feira disse que a DP World Australia retomou parcialmente as operações após o incidente cibernético que afetou vários portos em todo o país nos últimos dias. “O governo australiano continua a trabalhar com a DP World Australia para apoiar a gestão de quaisquer outras consequências, incluindo qualquer interrupção contínua nas cadeias de abastecimento da Austrália As investigações sobre o incidente permanecem em andamento e o trabalho de remediação provavelmente continuará por algum tempo.”

Veja isso
Maior aeroporto do México sofre de ataque cibernético
Maior porto do Japão interrompe operações após ciberataque

Segundo o órgão, o ciberataque pode ter sério impacto em todo o ecossistema logístico já que a operadora responde por cerca de 40% das importações e exportações australianas. Durante a paralisação do fim de semana, os navios podiam carregar e descarregar contêineres, mas os caminhões não eram capazes de pegar ou deixar as unidades de armazenamento, o que significa que eles se acumulavam nas docas, de acordo com a Australian Financial Review.

Ainda não está claro qual foi a causa do incidente, embora o relatório afirme que a DP World Australia detectou acesso não autorizado à sua rede e que alguns dados foram roubados por operadores de ameaças antes que a operadora puxasse a tomada.

Compartilhar: