email-4563194_640-1.jpg

Predator The Thief inclui recursos para roubo de dados

Da Redação
10/01/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Malware para roubo de senhas e outras informações pessoais ganhou atualização lançada na dark web no fim de dezembro do ano passado

email-4563194_640-1.jpg

O Predator The Thief, conhecido malware para roubo de senhas e outras informações pessoais, ganhou atualização lançada na dark web no fim de dezembro do ano passado com o objetivo de facilitar a extração de credenciais e dados privados de todos os tipos de usuários.

Pesquisadores dos laboratórios Fortiguard da Fortinet descobriram e analisaram a nova versão do aplicativo, identificada como 3.3.4. Eles constataram que nova versão do Predator The Thief inclui documentos fraudulentos para serem usados ​​em ataques de phishing, como faturas falsas e novas táticas para impedir a detecção e análise de ferramentas antimalware.

Os especialistas em segurança cibernética do FortiGuard também puderam ver como a configuração do servidor de controle de software é mais complexa e detalhada do que nas versões anteriores. Além disso, para adicionar pontos às suas capacidades de ocultação, o Predator The Thief usa uma conexão criptografada.

Para evitar o ataque desse tipo de programa malicioso, a Fortinet recomenda ter os sistemas operacionais e programas atualizados, manter as macros padrão desativadas e sempre desconfiar de e-mails com arquivos anexos inesperados. Para usuários corporativos, é preciso contar com soluções avançadas e integradas de firewall de última geração e filtragem da web.

O FortiGuard diz que continuará monitorando essa família de malware e suas atividades relacionadas e relatando novas mudanças importantes.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest