Phishing atingiu 90% das organizações do planeta em 2019

Paulo Brito
30/01/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Esse é um dos indicadores apresentados pelo relatório “State of the Phish 2020”, da Proofpoint. O estudo indica que mais de metade das organizações americanas foram atingidas

Os ataques de ransomware e phishing comprometeram mais da metade das organizações dos EUA em 2019.  A informação é do sexto relatório anual “State of the Phish 2020”, da Proofpoint. O estudo é rico em dados, indicando as tendências de phishing em nível global. 

De acordo com o relatório, 90% das organizações globais foram alvo de golpes por email e ataques de phishing. O relatório constatou que os hackers se tornaram cada vez mais sofisticados, alavancando táticas de engenharia social por meio de emails comerciais, ataques de phishing e mídias sociais. No setor de saúde, o erro de funcionários internos foi considerado a principal causa de violações de dados. 

Apesar da gravidade dos ataques de phishing, 60% dos participantes do relatório afirmaram ter experimentado menos ou aproximadamente o mesmo número de ataques de 2019. Os pesquisadores atribuíram o declínio nos ataques em geral ao fato de os hackers focarem em empresas selecionadas. 

Segundo o relatório, 55% das organizações afirmaram ter sofrido pelo menos um ataque de phishing bem-sucedido no ano passado, com mais da metade alegando ter perdido dados, comprometimento de conta ou ataque de ransomware.

Os pesquisadores explicaram o impacto particularmente malicioso do ransomware nessas organizações: “A vantagem de uma infecção ransomware bem-sucedida – do ponto de vista do invasor – é o senso de urgência que ela cria”. As organizações de saúde e entidades dos governo estadual e municipal foram muito atingidas  em 2019.

Mais da metade das vítimas de phishing relatou muitas horas de inatividade e danos à sua reputação como resultado do comprometimento.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest