Photo by Pawel Czerwinski on Unsplash

Pesquisa aponta desperdício em orçamento de cyber

Muitas das ferramentas de segurança selecionadas potencialmente não trazem os resultados esperados
Da Redação
20/07/2022

Um total de 73,48% dos executivos de cyber acham que suas empresas desperdiçaram a maior parte do orçamento de segurança cibernética ao não remediar ameaças – apesar de terem uma superabundância de ferramentas de segurança à sua disposição. A pesquisa foi feita com 180 participantes da RSA Conference 2022 pela Gurucul, empresa de análise de segurança e fraude do Reino Unido. A principal questão era o que os participantes consideravam as maiores ameaças às suas operações e eficiências de segurança.

Veja isso
Gestão de crise é a chave para resiliência contra ransomware
Reforce a segurança com a gestão de privilégios e acesso

Na pesquisa, 33% dos entrevistados disseram que são capazes de detectar ameaças em poucas horas, enquanto 27,07% afirmaram que podem detectar ameaças em tempo real. No entanto, os desafios persistem com 33,15% dos entrevistados afirmando que sua organização ainda leva dias ou semanas para detectar ameaças, com 6% não conseguindo detectá-las.

De acordo com o estudo, 33,15% gastaram centenas de milhares de dólares tentando remediar ameaças e 15,47% informaram cifras de milhões de dólares, demonstrando até que ponto as organizações estão dispostas a se proteger contra agentes maliciosos. O relatório indica que muitas das soluções escolhidas não entregam os resultados esperados: 41,99% dos entrevistados acreditam que perderam de 50 a100% de seu orçamento nesses esforços.

Apenas 25% das organizações consideram que sua maior ameaça vem de dentro da empresa, apesar de as ameaças internas terem aumentado 47% nos últimos dois anos. Com apenas um quarto das empresas vendo sua maior ameaça emanando de dentro de sua organização, parece que mais de 70% viram os maiores desafios de segurança cibernética provenientes de ameaças externas, como ransomware. Na verdade, embora as ameaças externas sejam responsáveis ​​por muitos incidentes de segurança, nunca devemos esquecer de olhar além desses agentes externos mal-intencionados e mal-intencionados para ameaças internas para proteger efetivamente dados corporativos e IP.

A pesquisa está em “https://gurucul.com/resources/whitepapers/security-operations-efficiency-survey”

Compartilhar:

Últimas Notícias