Pentágono delega a pequena empresa controle de 175 milhões de IPs

Causa aparente é um exame de todos os endereços como parte de um aparente esforço para encontrar brechas em sua rede
Da Redação
26/04/2021

Como parte de um aparente esforço para encontrar brechas em sua rede, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos entregou a uma pequena empresa da Flórida o controle de cerca de 175 milhões de seus endereços IP, segundo noticiado pelo jornal The Washington Post. A empresa, que se chama Global Resource Systems, começou a gerenciar os endereços IP em 20 de janeiro. Segundo um porta-voz do Pentágono, o fato faz parte de um “esforço inicial” para “identificar vulnerabilidades potenciais” e “prevenir o uso não autorizado do espaço de endereços IP do Departamento de Defesa”.

A Global Resource Systems foi fundada em setembro, de acordo com o Post, e recebeu o controle de 56 milhões de endereços IP do Pentágono no dia em que Joe Biden assumiu o cargo em 20 de janeiro de 2021. Pouco depois o número de endereços IP aumentou para 175 milhões, ou 6% de todos os endereços IP na Internet e mais do que os disponíveis para grandes provedores americanos como Comcast ou AT&T.

Veja isso
Biden propõe alocar US$ 10 bilhões para fortalecer ciberdefesa
Após invasão da FireEye, Pentágono faz manutenção em rede crítica

A iniciativa aparentemente está sendo administrada por um grupo dentro do Pentágono chamado Defense Digital Service, que resolve problemas e faz experiências de tecnologia para os militares. O grupo se reporta diretamente ao secretário de defesa.

Não foi posível descobrir o que exatamente a Global Resource Systems foi incumbida de fazer para o DoD, mas o Post descobriu que a empresa disparou para esses endereços uma enorme quantidade de tráfego. Um especialista em segurança especulou que isso pode fornecer ao DoD informações sobre como os invasores operam online e possíveis configurações incorretas que precisem ser reparadas.

Com agências de notícias internacionais

Compartilhar:

Últimas Notícias