writing-1149962_1280.jpg

Palo Alto adquire a Cider Security por cerca de US$ 195 milhões

Da Redação
20/11/2022

Após vários rumores no mercado internacional, a Palo Alto Networks confirmou a compra da empresa especializada em segurança de aplicativos Cider Security por US$ 195 milhões. Em comunicado, a fornecedora de soluções de cibersegurança antecipou que a empresa será incorporada à sua plataforma de segurança em nuvem Prisma CloudA cifra será paga em dinheiro e está sujeita a ajustes caso certas metas de desempenho sejam cumpridas, o que deve elevar o valor total do negócio para US$ 300 milhões. A previsão é que a transação seja concluída no segundo trimestre do ano fiscal de 2023.

A Palo Alto já tem uma divisão focada em segurança de aplicativos, que foi formada em grande parte por meio de aquisições. A Evident.io, adquirida em 2018 por US$ 300 milhões, forma a base de seu negócio Prisma Cloud. A Cider trará à Palo Alto um produto construído desde o início, proporcionando uma visibilidade holística às equipes de segurança.

“Qualquer organização que usa nuvem pública tem uma infraestrutura de aplicativos com centenas de ferramentas e aplicativos que podem acessar seu código e, ainda assim, têm visibilidade limitada de sua configuração ou se estão protegidos”, disse Lee Klarich, diretor de produtos da Palo Alto Networks, em comunicado. “O produto da Cider possibilita conectar-se à infraestrutura, analisar as ferramentas e identificar os riscos, bem como remediá-los. Estamos adquirindo a companhia por sua inovação que possibilitará que a Prisma Cloud forneça essa capacidade que qualquer empresa que faça operações em nuvem precisa ter.”

A Cider Security, sediada em Israel, é uma das várias empresas especializadas na segurança de aplicativos, o que inclui não apenas tecnologia para monitorar atividades maliciosas ou suspeitas em torno de aplicativos ativos na nuvem, mas também a observação de todo o ecossistema em torno desses aplicativos, especificamente implantações de código e outros tipos de modificações e atualizações, abrangendo código, CI/CD (continuous integration/continuous delivery, que é um método para entrega de aplicações) e a cadeia de suprimentos em torno desses aplicativos.

Veja isso
Bug de PAN-OS da Palo Alto tem pontuação de 8.6 no CVSS
Firewalls da Palo Alto Networks podiam fazer ataques DDoS

“Projetamos uma plataforma app sec que permite que a engenharia continue a se mover rapidamente, sem comprometer a segurança. Ao verificar e proteger o pipeline de CI/CD, podemos ajudar a identificar onde pode haver vulnerabilidades em seu código. O Prisma Cloud agora será a solução definitiva para segurança de código para nuvem”, afirmou Guy Flechter, CEO da Cider Security, em comunicado. 

A Cider levantou até agora US$ 44 milhões de fundos de investimento como Tiger Global e Glilot Capital Partners. A incorporação dos ativos da companhia deve elevar o valor de mercado da Palo Alto Networks, que hoje está próximo a US$ 47 bilhões. Embora tenha sido atingida, como outras empresas de tecnologia, por uma queda no preço das ações, os papéis da Palo Alto sofreram menos volatilidade e declínio do que algumas de suas concorrentes mais valiosas e maiores com atuação mais voltada para o consumidor.

A empresa fez várias aquisições ao longo dos anos para expandir seu alcance no mercado, mas esta parece ser a primeira e única neste ano — as duas mais recentes antes da Cider foram a Expanse e BridgeCrew, adquiridas respectivamente por US$ 800 milhões em 2020 e US$ 156 milhões em 2021. Com agências de notícias internacionais.

Compartilhar: