OneTrust demite funcionários; Brasil deve ser afetado

Da Redação
14/06/2022

A desenvolvedora de software OneTrust, startup especializada na implementação de programas de privacidade, segurança e riscos de terceiros, anunciou na semana passada um ampla reorganização da empresa, que vai resultar na demissão de 25% de seu quadro de funcionários, hoje com cerca de 950 pessoas, globalmente.

O CEO da OneTrust, Kabir Barday, escreveu na quinta-feira passada, 9, em um post no blog da empresa, direcionado aos funcionários, que a redução do quadro de pessoal ocorre à medida que os investidores buscam um equilíbrio entre crescimento e lucratividade.

“Sei que esta notícia é surpreendente, especialmente porque você ouviu no mês passado que o negócio está no caminho certo com trimestres recordes e aumento da demanda dos clientes”, escreveu Barday. “No entanto, o sentimento dos mercados de capitais mudou para uma abordagem mais equilibrada entre crescimento e lucratividade e, neste momento, decidimos que o melhor curso de ação é reorganizar para posicionar a OneTrust para o sucesso contínuo a longo prazo.”

A redução de funcionários decorre da necessidade de abordar proativamente os novos desafios e não reflete o desempenho de nenhuma pessoa ou equipe, escreveu Barday. “Quero garantir a você que a OneTrust está posicionada para este próximo capítulo como empresa”, escreveu ele. “Nossa visão de trust intelligence, reunindo privacidade, ética, ESG, GRC, tem potencial para ser uma das categorias de software mais impactantes da próxima geração. Nossa base de clientes em rápido crescimento superou 12 mil organizações, e todas elas estão na jornada de transformação da confiança conosco.”

Veja isso
NortonLifeLock demite em massa para manter resultados
Phishing derrota funcionários cansados e mal treinados

O OneTrust atua na implementação dos programas de privacidade, segurança e riscos de terceiros, incluindo a manutenção automática dos registros específicos necessários para a conformidade com regulamentações de privacidade, tais como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) brasileira e a GDPR (Regulamentação Geral de Proteção de Dados) da União Europeia.

Como o anúncio é de caráter global, o CISO Advisor tentou contatou com o escritório da OneTrust no Brasil, mas não conseguiu localizar um porta-voz para obter mais informações e saber em que medida as demissões atingirão a filial brasileira. Assim que obtivermos um retorno, atualizaremos esta nota.

As demissões da OneTrust ocorrem depois que a empresa divulgou uma enorme rodada de US$ 210 milhões, em abril de 2021, liderada pelo SoftBank Vision Fund 2, com participação de Franklin Templeton. A empresa arrecadou um total de US$ 920 milhões. O Softbank é o principal investidor na OneTrust. Com agências de notícias internacionais.

Compartilhar: