Musk ameaça Apple após anúncio de I.A. no iOS 18

Da Redação
11/06/2024

A Apple finalmente anunciou sua resposta aos concorrentes que anunciaram a integração de inteligência artificial aos seus produtos e serviços: na segunda-feira, em seu evento Worldwide Developer Conference, ela anunciou a chamada “Apple Intelligence” no iOS 18. Ontem mesmo, o empresário Elon Musk comunicou que vai proibir dispositivos Apple em todas as suas empresas devido à anunciada integração do iOA com o ChatGPT. “Se a Apple integrar OpenAI no nível do sistema operacional, os dispositivos Apple serão banidos de meus negócios. Isso é uma violação de segurança inaceitável”, disse Musk no X. “E os visitantes deverão ter seus dispositivos Apple verificados na entrada, onde serão mantidos em uma gaiola de Faraday.”

O novo iOS é um sistema pessoal inteligente que se baseia no contexto pessoal e protege a privacidade, diz a Apple. Nos últimos anos, os concorrentes da empresa, incluindo Google e Microsoft, investiram pesadamente em IA, enquanto a Apple ficava, aparentemente, para trás.

Veja isso
Apple diz ter bloqueado US$ 7 bilhões em fraudes na App Store
Fraude de IA e deepfakes são os principais desafios para os bancos

O apoio da I.A. poderá, por exemplo, prever o tráfego, resumir textos, escrever mensagens no iPhone. Outro conjunto de recursos habilitados pela IA da Apple será a priorização de aplicativos. Isso permitirá que uma pessoa solicite a um aplicativo que abra arquivos compartilhados com um amigo ou peça para mostrar imagens de uma pessoa específica.

A Apple usará uma abordagem mista ,com alguns de seus modelos de IA rodando em dispositivos e alguns sendo implantados em nuvem. Neste último caso, ela utilizará a Private Cloud Compute. “A computação em nuvem privada permite que a Apple Intelligence flexibilize e dimensione sua capacidade computacional e utilize modelos ainda maiores baseados em servidores para modelos mais complexos, ao mesmo tempo que protege a privacidade”, disse Craig Federighi, vice-presidente sênior de engenharia de software da Apple.

‘No evento, a Apple anunciou parceria com a OpenAI. Agora, o chatbot ChatGPT da empresa será integrado ao Siri, e os usuários poderão utilizá-lo gratuitamente, sem cadastro. Os usuários do ChatGPT Plus também poderão usar o GPT4o integrado e recursos avançados como parte de sua assinatura paga. A Apple diz que a Siri pode acessar o ChatGPT “quando for conveniente para você”.

Compartilhar: