Moody’s amplia presenca em governança, risco e compliance

Paulo Brito
28/01/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

O valor da transação é de US$ 700 milhões. A operação complementa outra aquisição feita pela Moody’s em 2017: o provedor de dados corporativos Bureau van Dijk

A Moody’s Corporation anunciou ter concordado em adquirir a RDC (Regulatory DataCorp), uma provedora de serviços de dados e de due diligence contra lavagem de dinheiro (AML) e conhecimento do cliente (KYC). O valor da transação é de US$ 700 milhões. A operação complementa outra aquisição feita pela Moody’s em 2017: o provedor de dados corporativos Bureau van Dijk (BvD). A Moody’s afirma que se torna dessa forma um líder global em soluções de conformidade, o segmento de negócios de mais rápido crescimento do BvD.

O acordo torna ainda mais denso o portfólio de informações e os recursos analíticos do BvD, adicionando o conjunto de dados RDC. Ele também expandirá a presença global da RDC para um grupo mais amplo de instituições financeiras, corporações, companhias de seguros e agências governamentais atendidas pela Moody’s Analytics e pela BvD.

O banco de dados GRID (Global Regulatory Information Database), pertencente à RDC, ajuda as empresas a avaliar mais de 60 tipos de risco, analisando mais de 120.000 fontes globais, cobrindo cobertura adversa da mídia, pessoas politicamente expostas, sanções governamentais e listas de vigilância regulatórias. A plataforma RDC incorpora inteligência artificial (IA) para fazer essa avaliação da conformidade e facilitar o processamento de solicitações de clientes com maior velocidade e precisão, além de reduzir falsos positivos.

Atualmente, a RDC é de propriedade da Vista Equity Partners (Vista), uma empresa de investimentos especializada em negócios de software, dados e tecnologia. A transação será finalizada no primeiro trimestre de 2020 e será financiada com uma combinação de dinheiro, papéis negociáveis ​​e financiamento. A Moody’s estima que a aquisição da RDC gerará cerca de US $ 55 milhões de receita em 2020. Levando em consideração o impacto dessa transação, a Moody’s antecipa que a recompra de ações até o final deste ano totalizará cerca de US $ 1,3 bilhão. As recompras de ações durante 2019 foram de cerca de US $ 1,0 bilhão.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest