data-leakage-3921445_1280.jpg

MoIP comunica vazamento de dados de clientes

O comunicado afirma que “(…) não houve qualquer acesso a informações sensíveis, tais como senhas, dados de cartões ou transações suas ou de seus clientes
Da Redação
21/10/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A MoIP, uma plataforma de pagamentos controlada pela Wirecard Brasil, por sua vez uma das empresas controladas pelo PagSeguro, enviou ontem a seus clientes um comunicado informando que houve “um acesso não autorizado” a dados cadastrais em um dos seus servidores. O comunicado não acrescenta detalhes sobre o incidente. O CISO Advisor não conseguiu contato com o PagSeguro pelo único canal de comunicação disponível no site, um telefone da região metropolitana de São Paulo. A Moip tinha 300 mil clientes um ano atrás segundo o portal eNotas.

A assessoria de imprensa da MoIP enviou às 19h27 um email dizendo que “A MoIP identificou acesso não autorizado a dados cadastrais em um dos seus servidores. Seguindo seu princípio de zelar pela privacidade e segurança dos dados, informou preventivamente os clientes afetados, em linha com o informado à ANPD. Ressaltamos que não houve qualquer acesso a informações sensíveis, tais como senhas, dados de cartões ou transações de clientes. Medidas adicionais de segurança já foram tomadas para evitar incidentes similares”.

Veja isso
Após vazamento, Sergipe cria política de proteção de dados
Banco Central informa vazamento de chaves Pix

O comunicado afirma que “(…) não houve qualquer acesso a informações sensíveis, tais como senhas, dados de cartões ou transações suas ou de seus clientes” mas acrescenta que “podem ter sido acessadas” as seguintes informações: dados cadastrais (nome, RG, CPF e nome da mãe), fotos de documentos do perfil do cliente, renda e patrimônio declarados.

O CISO Alex Amorim, presidente do Instituto Brasileiro de Segurança, Proteção e Privacidade de Dados – IBRASPD – acha que a inclusão de fotos na lista de dados não-sensíveis nesse comunicado “abre uma discussão na comunidade de privacidade sobre a necessidade de maior clareza na definição sobre fotos serem consideradas ou não dados pessoais sensíveis de acordo com sua finalidade”. Amorim observa que o artigo 5º da LGPD define como dado pessoal sensível: “dado pessoal sobre origem racial ou étnica, convicção religiosa, opinião política, filiação a sindicato ou a organização de caráter religioso, filosófico ou político, dado referente à saúde ou à vida sexual, dado genético ou biométrico, quando vinculado a uma pessoa natural”.

Numa enquete instantânea feita por hoje ele no Linkedin, 63% das 90 primeiras respostas indicaram que fotos devem ser consideradas dados pessoais sensíveis.

Analisando o comunicado, o jurista Marcelo Chiavassa, professor de Direito Digital da Universidade Presbiteriana Mackenzie, explica a terminologia utilizada, separando dados de informações: “Dado sensivel é aquele definido pela LGPD como tal. E ali não se encontram dados se cartão de crédito e senhas por exemplo. Mas esses dados podem ser informações sensíveis. É diferente: o que empresa está dizendo ali é que não foram acessadas informações sensíveis. E não podemos confundir esses dois conceitos: dados sensíveis são dados genéticos, dados biométricos, dados de saúde, religião e etnia, por exemplo. Isso é dado sensível definido pela LGPD. Mas dentre os dados que uma empresa pode ter podem estar alguns que contenham informações sensíveis, como os dados de cartão de crédito. Ele não é um dado sensível, mas é um dado que contém informações sensíveis e que podem trazer mais prejuízo a uma pessoa do que alguém simplesmente saber o nome dela. É isso o que eles estão sustentando: de que não houve, em tese, acesso o vazamento de informações sensíveis, ou seja, aquelas que podem nos prejudicar mais”.

Comunicado importante
Prezado Cliente,
A Moip tem como principio zelar pela privacidade e seguranca de dados. Por isso, informamos preventivamente que ocorreu um acesso não autorizado a dados cadastrais em um dos servidores.
Não houve qualquer acesso a informações sensíveis, tais como senhas, dados de cartões ou transações suas ou de seus clientes.
As seguintes informações podem ter sido acessadas:
– Dados cadastrais: nome, RG, CPF e nome da mãe.
– Fotos de documentos do seu perfil.
– Renda e patrimônio autodeclarados para realização do cadastro
A Moip jé tomou medidas adicionais de segurança para evitar que eventos dessa natureza venham a se repetir e lamentamos pelo inconveniente.
Caso tenha dúvidas, por favor entre em contato por meio de nossa Central de Atendimento
Atenciosamente, PagBank PagSeguro Pagbank

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

ATENÇÃO: INCLUA [email protected] NOS CONTATOS DE EMAIL

(para a newsletter não cair no SPAM)