banner senha segura
senhasegura
internet-3572404_1280.jpg

Mercado global de seguro cibernético deve atingir US$ 9,5 bi neste ano

Seguradora Finaria.it estima que o mercado de seguro cibernético deve chegar a US$ 20,4 bilhões até 2025
Da Redação
05/01/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

O mercado global de seguro cibernético deve crescer 21% neste ano e atingir US$ 9,5 bilhões, de acordo com uma nova pesquisa da seguradora Finaria.it. A empresa atribui esse aumento ao cenário cada vez maior de ameaças cibernéticas, exacerbado pela migração em massa das empresas para o trabalho remoto. A Finaria estima que o mercado de seguro cibernético deve chegar a US$ 20,4 bilhões até 2025, à medida que mais organizações procuram se proteger de ameaças e ataques cibernéticos. 

Em sua análise, a empresa cita dados que mostram que quase um quarto de todos os sinistros de seguro cibernético entre 2013 e 2019 foram no setor de saúde, um alvo visado por hackers particularmente neste ano em meio à pandemia de covid-19. Saúde foi seguida pelos setores de TI e telecomunicações, seguros, varejo e atacado e manufatura como aqueles com o maior número de registros de sinistros.

Segundo o estudo, quase três quartos dos sinistros no período analisado envolveram uma cláusula de seguro relacionada à resposta a incidentes de violação e gerenciamento de crise. Em segundo lugar estão as violações da privacidade de dados, seguido por extorsão cibernética, na terceira posição. No primeiro semestre de 2020, descobriu-se que os ataques de ransomware eram a maior causa de uso de seguro cibernético na América do Norte. 

Veja isso
Ransomware lidera sinistros em apólices de seguro na América do Norte
Seguro cibernético não cobre ameaças atuais e trabalho remoto

Dados do relatório sobre custo de violação de dados do Instituto Ponemon no início deste ano também mostram que o setor de saúde tem os custos de violação de dados mais caros, US$ 7,13 milhões por incidente, com a área de energia em segundo lugar, com custo de US$ 6,39 milhões por violação. Depois vem serviços financeiros (US$ 5,85 milhões), setores farmacêutico ($ 5,06 milhões) e de tecnologia (US$ 5,04 milhões). 

“Com o passar dos anos, ataques cibernéticos e violações de dados se tornaram um dos maiores riscos no setor empresarial, comprometendo dados confidenciais e causando golpes financeiros massivos a empresas e organizações em todo o mundo. Conforme os aplicativos de dados e a tecnologia avançam no setor comercial, as organizações estão se tornando mais vulneráveis ​​a esses ataques e mais conscientes da necessidade de cobertura de seguro para riscos cibernéticos”, diz a Finaria.it.

“Se ocorrer uma violação de dados dispendiosa, a empresa pode não ter recursos suficientes para resolver esses problemas e cobrir as perdas. O seguro de segurança cibernética pode fornecer suporte às empresas, de modo que os ataques cibernéticos não prejudiquem seus negócios”, completa o relatório da empresa.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Inscrição na lista CISO Advisor

* campo obrigatório