Medibank sai do ar de novo. Mas para finalizar manutenção

As consequências do ataque, ocorrido no início de novembro, custarão à empresa pelo menos US$ 25 milhões
Da Redação
09/12/2022

A seguradora de saúde australiana Medibank, de onde um grupo de ransomware conseguiu roubar os dados de 9,7 milhões de clientes e colocá-los online, ficará fora do ar neste fim de semana para implementar melhorias de segurança. Todos os sistemas estão indisponíveis de sexta à noite a domingo à noite. Além disso, todas as lojas da Medibank estarão fechadas no fim de semana, assim como os call centers.

Veja isso
Medibank confirma vazamento de dados de todos os clientes
Manufatura teve a maior média de pagamento de ransomware

A Medibank ainda não informou ao mercado de que modo os criminosos conseguiram acesso à sua rede. Dados muito sensíveis de clientes foram roubados. Um grupo de ransomware que se identificou como sendo o REvil ameaçou publicar os dados, a menos que a seguradora pagasse um resgate. A Medibank se recusou, e depois disso os dados apareceram online. Tratava-se de arquivos médicos contendo informações sobre o status de HIV das pessoas, bem como se elas tinham hepatite, problemas psicológicos, problemas cardíacos, diabetes, asma, câncer e demência.

De acordo com a Medibank, nenhuma atividade suspeita foi observada na rede desde 12 de outubro. Como parte do trabalho de recuperação e segurança, foi decidido que a rede ficará completamente offline neste fim de semana. Foi decidido também implantação da autenticação de dois fatores nos call centers. Devido à operação, todos os tipos de serviços de seguradoras de saúde oferecidos por meio do site ou aplicativo ficarão indisponíveis. A Medibank já disse que o ataque custará à empresa pelo menos US$ 25 milhões.

Compartilhar:

Últimas Notícias