business-3159208_1280.jpg

Mastercard compra empresa que rastreia uso ilícito de bitcoin

Empresa é especializada em análise e forense que monitora blockchains em busca de atividade criminosa com criptomoedas
Da Redação
17/09/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A Mastercard anunciou nesta quinta-feira, 16, a aquisição da CipherTrace, empresa especializada em análise e forense que monitora blockchains em busca de transações ilícitas com criptomoedas. Fundada em 2015, a empresa começou a rastrear a atividade criminosa com bitcoin em 2011 e afirma ter feito a verredura em mais de 900 criptomoedas. Os termos financeiros do negócio não foram revelados.

Segundo a Mastercard, a crescente importância e aceitação da criptomoeda na economia mundial são as forças motrizes por trás da decisão de adquirir a CipherTrace. 

Em comunicado, a gigante de pagamentos disse que a oferta integrada resultante da aquisição será baseada no conjunto de ativos digitais da CipherTrace e nas soluções de cibersegurança da bandeira de cartões de crédito para fornecer às empresas maior transparência e ajudar a identificar e compreender os riscos, bem como auxiliá-las no gerenciamento das obrigações regulatórias e de conformidade de ativos digitais.

Veja isso
Mastercard adota ‘resistência a quântico’ para maior proteção no contactless
Mastercard adquire empresa de identidade digital por US$ 850 milhões

A empresa acrescenta ainda que o acordo é parte de sua estratégia no mercado de ativos digitais para fornecer aos varejistas e empresas mais opções, à medida que bancos e governos estão buscando aprimorar seus processos de monitoramento e compliance em relação às criptomoedas.

“Os ativos digitais têm o potencial de reinventar o comércio, desde em ações cotidianas como pagar e receber até economias em transformação, tornando-as mais inclusivas e eficientes”, disse Ajay Bhalla, o presidente de tecnologia e inteligência da Mastercard. “Com o rápido crescimento do ecossistema de ativos digitais, surge a necessidade de garantir que ele seja confiável e seguro. Nosso objetivo é aproveitar os recursos complementares da Mastercard e da CipherTrace para fazer exatamente isso.”

No início deste ano, a Mastercard anunciou que compraria a empresa de verificação de identidade digital Ekata por US$ 850 milhões. No início de 2020, a Mastercard adquiriu a empresa de gestão de risco RiskRecon e, no ano anterior, adquiriu a Ethoca, empresa que ajuda comerciantes e emissores a identificar e resolver fraudes digitais, como estornos falsos.A previsão é que a transação seja concluída antes do final do ano.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest