Mastercard anuncia centro de resiliência cibernética europeu

Paulo Brito
19/02/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A Mastercard anunciou ontem o início do desenvolvimento do seu primeiro Centro de Resiliência Cibernética na Europa, o primeiro desse tipo feito pela empresa fora da América do Norte.

A Mastercard anunciou ontem que está iniciando a construção de um centro de resiliência cibernética na Europa, o seu Cyber ​​Resilience Center. O anúncio torna concreta a realização de um objetivo da Mastercard que é impulsionar a colaboração entre reguladores e empresas dos setores público e privado, além de combater ataques cibernéticos no ecossistema europeu de pagamentos. O Cyber ​​Resilience Center é uma unidade de segurança que ficará na sede europeia da Mastercard em Waterloo, Bélgica. Destina-se a apoiar a integração entre os setores público, privado e reguladores para a resiliência da empresa.

Para desenvolver o centro, a Mastercard colaborou com centros nacionais de inteligência cibernética, grupos da indústria, agências policiais e bancos centrais em toda a Europa – ECRB, ECCFI, Europol, FS-ISAC, INTERPOL, NBB e a NCA e NCSC do Reino Unido. O centro contará com especialistas em segurança cibernética e física para desenvolver soluções para combater o cibercrime internacional e outras ameaças à segurança.

O objetivo do Cyber ​​Resilience Center é promover a comunicação entre as equipes internas da Mastercard, clientes, parceiros, partes interessadas e agentes da lei. No caso de um incidente de segurança, o objetivo é formar uma resposta conjunta em menos tempo do que atualmente e com a garantia da conformidade legal. A instalação baseada em Waterloo está planejada para manter compliance com as melhores práticas de compartilhamento de soluções com os principais órgãos de aplicação da lei e formuladores de políticas da Europa.

“Os serviços financeiros sempre estarão no topo da lista de alvos para atacantes, devido ao vasto conjunto de dados e credenciais de clientes sob nossa responsabilidade”, disse Javier Perez, presidente da Mastercard na Europa. “Nosso Centro Europeu de Resiliência Cibernética melhora a colaboração entre as principais organizações, ajudando a garantir que empresas e indivíduos se sintam seguros ao compartilhar informações on-line”.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest