manchester-united-1656122_1280.jpg

Manchester United desliga sistemas para se defender de ciberataque

Clube da Premier League do futebol inglês avalia que os dados pessoais de funcionários e torcedores não foram acessados
Da Redação
22/11/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

O Manchester United, terceiro time de futebol mais valioso do mundo, anunciou que sua rede foi violada por um ataque hacker. O clube da Premier League do futebol inglês admitiu o incidente em um comunicado feito na sexta-feira, 20, descrevendo-o como uma “operação sofisticada de criminosos cibernéticos organizados”. Os sistemas afetados foram desligados imediatamente para conter o ataque, segundo a nota.

Embora a investigação forense ainda esteja nos estágios iniciais, o clube não acredita que dados pessoais de funcionários e torcedores tenham sido acessados. A maioria das operações digitais do time —incluindo o site, aplicativo e mídia de streaming — não foi afetada, segundo o Manchester United.

Os sistemas de jornada também foram relatados como funcionando normalmente e o de hoje contra o West Bromwich Albion marcado para o sábado, 21, ocorreu normalmente.

Veja isso
Crescem ciberataques em meio a notícias positivas sobre vacinas
Empresas eliminam firewalls legados por ineficácia contra ciberataques

Um porta-voz do United disse ao The Guardian que “esse tipo de ataque está se tornando cada vez mais comum e é algo para o qual todos devem estar preparados”. Embora seja muito cedo para declarar vitória, parece que a preparação do clube para enfrentar incidentes cibernéticos valeu a pena.

Contudo, quanto mais tempo levar para detectar a intrusão, mais provável será que o ataque seja bem-sucedido. Essas violações não são obra de hackers em busca de um pagamento rápido. Eles são executados por criminosos com habilidades sofisticadas que pretendem exigir pagamento de resgate para descriptografar os dados.

A Forbes classifica o Manchester United como o terceiro time de futebol mais valioso do mundo, atrás apenas do Real Madrid e do FC Barcelona. Com um valor de mercado de mais de US$ 3,8 bilhões, não é difícil entender por que os criminosos cibernéticos visam o clube.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest