android-637457_640-e1572183563108.jpg

Apps com malwares afetam 8 milhões de usuários do Android

Da Redação
27/10/2019
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Pesquisadores descobriram vários aplicativos que estavam na Play Store do Google que veiculam anúncios para ganhar dinheiro ilegalmente

android-637457_640-e1572183563108.jpg

Pesquisadores de segurança detectaram a existência de vários aplicativos Android na Play Store do Google que veiculam anúncios para ganhar dinheiro ilegalmente. A empresa de segurança cibernética ESET encontrou 42 apps usados na campanha de adware e que estavam em atividade desde julho do ano passado. Os aplicativos maliciosos foram baixados mais de 8 milhões de vezes.

Os aplicativos foram denunciados à equipe de segurança do Google e foram removidos rapidamente. No entanto, eles ainda estão disponíveis em lojas de aplicativos de terceiros, disseram os pesquisadores em comunicado na quinta-feira, 24.

Uma vez iniciado, o aplicativo da família de adware “Ashas” envia os principais dados sobre o dispositivo afetado: tipo de dispositivo, versão do sistema operacional, idioma, número de aplicativos instalados, espaço de armazenamento livre, status da bateria, se o dispositivo está enraizado e o modo desenvolvedor ativado e se o Facebook e o Messenger estão instalados.

Além disso, no início deste mês, os pesquisadores detectaram cerca de 172 aplicativos maliciosos no Google Play Store. Além disso, esses apps infectados foram encontrados, em setembro passado, com mais de 335 milhões de downloads. A ESET disse que a maioria desses apps estava abrigando adware. A categoria maliciosa inclui os aplicativos infectados por adware, golpes de assinatura, anúncios ocultos, assinatura premium de SMS e muito mais.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest