Mais DDoS à medida em que se aproximam as eleições

Da Redação
25/09/2022

A temporada de eleições no Brasil está coincidindo com uma elevação no número de ataques de negação de serviço a endereços do país, conforme registra o relatório Global Threat Hunting System, da empresa NSFocus. A empresa registrou, entre 1º de julho e 31 de agosto, ataques a cerca de 225 mil sites, com destaque para agências governamentais e de notícias, instituições educacionais e operadoras de telecomunicações. No mesmo período, em 2021, foram rastreadas cerca de 150 mil invasões, ou seja, os números indicam um aumento de 50%.

Veja isso
Grupo ligado à Rússia ataca com DDoS países pró-Ucrânia
Imperva registra DDoS acumulando 25,3 bilhões de RPS

Entre os alvos que sofreram com as ofensivas estão os sites da Secretaria de Educação do Estado de Santa Catarina (17 de julho), os de 16 prefeituras (31 de julho), o portal das organizações Globo e Kyatera (ambas em 10 de agosto) e o site do Governo Federal (29 de agosto). Em relação às regiões mais afetadas, o estado do Rio de Janeiro concentrou 36,71% dos ataques, seguido pelo Espírito Santo, com 35,51%.

Segundo os dados coletados, o setor de operadoras de telecomunicações representou 86,35% das vítimas, sendo que boa parte dos alvos são instalações críticas e áreas governamentais: “O tipo de ataque que observamos pode facilmente paralisar todos os meios de comunicação nacional, causando graves consequências não somente para as empresas e órgãos públicos, como também para toda a população. A cada ano que passa, as infraestruturas essenciais continuam sendo o principal alvo de ataques DDoS em grande escala”, ressalta André Mello, vice-presidente da NSFOCUS na América Latina. A maior parte dos ataques durou menos de 5 minutos.

Compartilhar: