Luxemburgo investe em ciberdefesa

Paulo Brito
10/09/2014
Luxemburgo, futura potência em ciberdefesa
Paulo Veríssimo

Paulo Veríssimo, um dos maiores especialistas mundiais na área de cibersegurança, trocou a Universidade de Lisboa pela Universidade de Luxemburgo. O pesquisador recebeu uma bolsa de cinco milhões de euros para se dedicar à transformação de Luxemburgo numa potência científica na área dos sistemas de alerta e defesa contra ciberataques.

Paulo Veríssimo foi até poucos dias atrás diretor de uma unidade de pesquisa em cibersegurança da Universidade de Lisboa, o LaSIGE, mas agora, e nos próximos cinco anos, vai dedicar-se à segurança e confiabilidade das infraestruturas de informação críticas em Luxemburgo, ou seja, da rede elétrica, rede de telecomunicações, redes de emergência, gás, etc. Paulo Veríssimo vai trabalhar na unidade de investigação SnT da Universidade do Luxemburgo, no âmbito do programa Pearl, financiado pelo Fonds National de la Recherche.

A Universidade do Luxemburgo estava interessada em investir numa área específica da cibersegurança: a segurança e a confiabilidade das infra-estruturas de informação críticas. Segundo Veríssimo, “segurança e confiabilidade consistem, no fundo, em fazer as coisas funcionar bem contra ataques informáticos deliberados (segurança) e contra acidentes (confiabilidade). Ora, o know-how que o meu grupo tem vindo a desenvolver até agora em Portugal, no laboratório LaSIGE da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, diz precisamente respeito à abordagem destas duas áreas. Por outro lado, estamos no topo da investigação internacional na área das infra-estruturas de informação críticas”.

Compartilhar:

Últimas Notícias