Líderes de tech prometem a Biden muita verba para cyber

Da Redação
26/08/2021

O presidente dos EUA, Joe Biden, fez ontem uma reunião com líderes do setor privado e da educação para discutir o esforço nacional necessário para enfrentar as ameaças à segurança cibernética dos EUA – especialmente na área de infraestrutura crítica. Segundo a Casa Branca, “incidentes recentes de segurança cibernética de alto perfil demonstram que as entidades do setor público e privado dos EUA enfrentam cada vez mais atividades cibernéticas mal-intencionadas sofisticadas”.

O objetivo da reunião de ontem foi discutir oportunidades para reforçar a segurança cibernética do país em parceria e individualmente. Vários participantes anunciaram compromissos e iniciativas:

  • A Apple anunciou que estabelecerá um novo programa para impulsionar melhorias contínuas de segurança em toda a cadeia de fornecimento de tecnologia
  • A administração Biden anunciou que o Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST) irá colaborar com a indústria e outros parceiros para desenvolver uma nova estrutura para melhorar a segurança e integridade da cadeia de fornecimento de tecnologia

Veja isso
Alto risco cibernético em oleodutos, alerta Casa Branca
DarkSide confirmado no ataque a oleoduto

  • O Google anunciou que vai investir US$ 10 bilhões nos próximos cinco anos para expandir programas de confiança zero, ajudar a proteger a cadeia de suprimentos de software e melhorar a segurança do código aberto
  • A administração Biden também anunciou a expansão formal da Iniciativa de Segurança Cibernética de Sistemas de Controle Industrial para um segundo setor importante: dutos de gás natural
  • A IBM anunciou que treinará 150 mil pessoas em habilidades de segurança cibernética nos próximos três anos e fará parceria com mais de 20 Faculdades e Universidades Historicamente Negras para estabelecer Centros de Liderança em Segurança Cibernética para desenvolver uma força de trabalho cibernética mais diversificada.
  • A Microsoft anunciou que vai investir US$ 20 bilhões nos próximos 5 anos para acelerar os esforços para integrar a segurança cibernética por design e fornecer soluções de segurança avançadas
  • A Amazon anunciou que disponibilizará gratuitamente ao público o treinamento de conscientização de segurança que oferece a seus funcionários
  • Resilience, um provedor de seguro cibernético, anunciou que exigirá que os segurados atendam a um limite das melhores práticas de segurança cibernética como condição para receber cobertura.
  • A Coalition, uma provedora de seguro cibernético, anunciou que tornará sua plataforma de avaliação de risco de segurança cibernética e monitoramento contínuo disponível gratuitamente para qualquer organização.
  • Code.org anunciou que vai ensinar conceitos de segurança cibernética a mais de 3 milhões de alunos em 35 mil salas de aula ao longo de três anos
  • O Girls Who Code anunciou que estabelecerá um programa de microcrédito para grupos historicamente excluídos em tecnologia
  • A University of Texas System anunciou que expandirá as existentes e desenvolverá novas credenciais de curto prazo em campos relacionados à cibernética para fortalecer a força de trabalho de segurança cibernética da América
  • O Whatcom Community College anunciou que foi designado o novo Centro Nacional de Segurança Cibernética de Educação Tecnológica Avançada da NSF e fornecerá educação e treinamento em segurança cibernética para professores e apoiará o desenvolvimento de programas de faculdades para “acelerar” os alunos da faculdade à carreira

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhar: