Lenovo-Legion-5P_AMD_Top_View-1024x768-1.png

Lenovo alerta sobre travamento de laptops causado pelo Windows 10

Empresa emitiu comunicado para informar que a atualização de maio deste ano da versão 2004 do sistema pode causar a famosa tela azul da morte
Da Redação
01/09/2020
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

A Lenovo emitiu comunicado para informar que a atualização de maio deste ano do Windows 10, versão 2004, pode causar a famosa tela azul da morte (BSoD – BlueScreenof Death). A nota diz o seguinte: “Como parte de nosso relatório de integridade de atualizações do Windows 10 — KB4566782 e KB4565351 — relatamos que os usuários do Lenovo ThinkPad estão enfrentando falhas de BSoD quando a virtualização é habilitada no Windows 10”.

Desse modo, a fabricante de computadores alerta que os modelos ThinkPad de 2019 e 2020 com virtualização habilitada na configuração “Enhanced Windows Biometric Security” podem gerar travamentos e outros bugs. Esses problemas, segundo a empresa, são causados ​​por drivers incompatíveis em conflito com os recursos de virtualização do Windows 10.

Veja isso
Brecha deixa dispositivos expostos a ataques de BIAS
Microsoft publica primeira lista de Secured-core PCs

Para verificar se a virtualização está ativada, o usuário deve ira em “Configuração” do ThinkPad BIOS e, no menu “Segurança>Virtualização”, verificar o status da configuração de Segurança Biométrica Avançada do Windows. Se você encontrar problemas após a atualização para o Windows 10, versão 2004, o usuário pode tentar desabilitar essa configuração para resolver as falhas e outros bugs.

A Microsoft normalmente cria blocos de atualização do Windows 10, versão 2004, quando surgem conflitos de drivers como esse.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

ATENÇÃO: INCLUA [email protected] NOS CONTATOS DE EMAIL

(para a newsletter não cair no SPAM)