Itaipu encurta backup e restore com solução Commvault

Da Redação
11/07/2024

A Commvault, fornecedora líder de soluções de proteção de dados e resiliência cibernética, foi escolhida pela Itaipu Binacional em uma prova de conceito (POC), na qual foram avaliados diversos produtos de mercado, ao atender a critérios estabelecidos por diversas áreas da empresa em uma avaliação assertiva da melhor solução para o seu ambiente. A ideia foi proporcionar mais dinamismo e produtividade com uma interface integrada de proteção de dados, minimizando a rotina operacional. Após o processo de avaliação, que levou cerca de cinco meses, a Commvault foi a única solução capaz de atender a todos os requisitos necessários estipulados pela companhia.

Como resultado, a Itaipu realizou uma licitação na modalidade pregão eletrônico binacional, com definição de marca/modelo, nos mercados do Brasil e Paraguay, que contou com a participação de empresas de ambos os países.

Antes da mudança: atualização e últimos recursos

A Usina Hidrelétrica de Itaipu, hidrelétrica binacional localizada no Rio Paraná, na fronteira entre o Brasil e o Paraguai, é operada pela empresa Itaipu Binacional. Nos últimos quatro anos, as versões recentes do software utilizado pela Itaipu já não conseguiam agregar muitas funcionalidades ao trabalho da equipe de TI. Era preciso mais versatilidade e agilidade, para que a equipe pudesse otimizar o trabalho e dedicar-se a outros projetos e atividades, já que levavam dias para configuração de um backup de servidor, por exemplo.

Diante deste cenário, a Itaipu Binacional decidiu realizar uma POC de seu ambiente de agosto a novembro de 2021. Nessa iniciativa, eles reproduziram seu ambiente de TI para analisar cada empresa/solução concorrente incluindo um servidor físico com comunicação com unidades de backup, LTO, disco, acesso a VMs, máquinas de testes, uma prova de conceito real. Segundo Marcos Fernando Veit, analista sênior de suporte de TI da Itaipu Binacional responsável pelo projeto, cada um dos ambientes foi configurado, instalado e avaliado, com todas as suas funcionalidades testadas. “Nesses testes conseguimos verificar cada detalhe: processos manuais, processos que eram possíveis automatizar, agilidade da solução, tudo”.

O executivo destaca ainda que todas as áreas de TI da Itaipu Binacional participaram e tiveram envolvimento no processo e avaliação das soluções concorrentes, um trabalho muito bem orquestrado. “Instalamos Commvault e outros concorrentes diretos com o apoio do pessoal. Então conseguimos perceber nos detalhes o que mais gostamos, o que funcionou melhor e o que

mais incomodou em todas as POCs. No final, atribuímos uma nota a cada uma das soluções avaliadas”, relata.

“A aplicação das provas de conceito pela Itaipu Binacional foi uma iniciativa muito inovadora. Conseguimos comprovar a eficiência da Commvault atendendo de forma assertiva às necessidades da Itaipu Binacional, o que para nós é uma grande satisfação”, afirma Bruno Lobo, diretor-geral para América Latina da Commvault.

Prerrogativas e funcionalidades necessárias

A Itaipu Binacional precisava de uma solução que permitisse a integração com LTO (backup em fita) visto que eles ainda utilizam esse recurso. Por isso, um dos requisitos das soluções avaliadas nas POCs foi de terem o máximo de alternativas de contratação de provedor para ampliação das possibilidades de migração para nuvem no futuro.

Tendo em vista as diversas exigências estabelecidas para a avaliação, eles criaram uma tabela de pontuação para as POCs incluindo tudo o que fosse prioritário: infraestrutura de suporte no Brasil ou Paraguai; trabalho de qualidade com fita (além de nuvem); facilidade de implementação e instalação do ambiente bem como versatilidade com bancos de dados para configuração de backup e restore de modo automatizado.

Por se tratar de uma empresa binacional, a Itaipu Binacional tem um espelho de todas as soluções no Paraguai. Os dados – não só os dados de backup – para armazenamento corporativo são replicados sincronamente entre os dois data centers Tier III. Eles são tão integrados que funcionam como uma nuvem híbrida, então, em caso de uma interrupção de toda infraestrutura de um lado da margem, o outro data center assume sozinho aumentando a granularidade e a confiabilidade das operações.

Controle de acesso, produtividade e economia

Os principais benefícios alcançados com a solução foram o controle de acesso, pois possibilitou definir diferentes perfis, criando níveis de acesso granulares e fornecimento de acessos com segurança. Controle de acesso à informação é um recurso essencial para se trabalhar junto com outras áreas, pois é o especialista de TI quem define o nível de acesso às aplicações.

A empresa ganhou em produtividade, pois em termos de otimização de tempo de backup e restore, a duração do processo reduziu pela metade. Para configuração de backup, que antes levava cerca de um dia, atualmente dura em torno de alguns minutos para conclusão do mesmo processo.

Além disso, a solução resolveu a gestão dos licenciamentos de todas as aplicações que rodavam no ambiente, evitando a falta de atualização e trazendo economia. “Equipamento antigo também demanda custo de manutenção. Por vezes chegamos a perder dados de backup no site primário devido a forma como era feita a redundância, a proteção dos dados que estavam nos discos. Tivemos que fazer um investimento para substituir tudo e dentre as soluções que avaliamos, a Commvault de longe foi a mais completa, além de ser muito boa e também a mais versátil”, afirma Veit.

Compartilhar: