IBM compra Red Hat por US$ 34 bilhões

A IBM e a Red Hat anunciaram ontem, domingo, que chegaram a um acordo definitivo segundo o qual a IBM adquirirá todas as ações ordinárias emitidas e em circulação da Red Hat por US$ 190,00 cada, em dinheiro, representando um valor total de aproximadamente US $ 34 bilhões.

Essa aquisição torna a IBM líder mundial em nuvem híbrida. As empresas hoje já estão usando várias nuvens, mas pesquisas mostram que 80% das cargas de trabalho de negócios ainda precisam migrar para a nuvem. No entanto, são impedidas pela natureza “proprietária” do mercado de nuvem atual. Isso evita a portabilidade de dados e aplicativos em várias nuvens, a segurança dos dados em um ambiente com várias nuvens e o gerenciamento consistente da nuvem, diz o comunicado da IBM.

A IBM e a Red Hat, acrescenta o documento, “estarão fortemente posicionadas para resolver esse problema e acelerar a adoção híbrida de várias nuvens. Juntos, eles ajudarão os clientes a criar aplicativos de negócios nativos da nuvem mais rapidamente, proporcionando maior portabilidade e segurança de dados e aplicativos em várias nuvens públicas e privadas, tudo com gerenciamento de nuvem consistente. Ao fazer isso, eles aproveitarão sua liderança compartilhada em tecnologias essenciais, como Linux, containers, Kubernetes, gerenciamento de várias nuvens e gerenciamento e automação de nuvem”.

A parceria da IBM e da Red Hat já completou 20 anos, com a IBM atuando como um dos primeiros apoiadores do Linux, colaborando com a Red Hat para ajudar a desenvolver e desenvolver o Linux de nível corporativo e, mais recentemente, trazer soluções corporativas Kubernetes e híbridas para clientes. Essas inovações se tornaram tecnologias essenciais no negócio de nuvem híbrida de US $ 19 bilhões da IBM. Entre eles, a IBM e a Red Hat contribuíram mais para a comunidade de código aberto do que qualquer outra organização.

 

Compartilhe
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp